Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90
Araguaia Notícia  Publicidade 728x90
17/03/2024 às 11h50min - Atualizada em 17/03/2024 às 11h50min

Técnica de Enfermagem é morta espancada no interior de SP; ex-namorado é investigado pela Polícia Civil

G1 SP
Araguaia Notícia
Uma mulher de 29 anos foi espancada até a morte no sábado (16) em Lorena (SP). Segundo a Polícia Civil, o ex-namorado da vítima é o principal suspeito. A mulher deixa dois filhos. Elda Mariel Aquino Fortes foi encontrada pela mãe na manhã de sábado dentro da casa dela, na rua Conselheiro Rodrigues Alves, no Centro.

Segundo o boletim de ocorrência (BO), a vítima tinha várias lesões no rosto e sinais de asfixia causados possivelmente por um golpe 'mata-leão'. O pescoço dela estava quebrado. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) constatou a morte no local.

O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML), onde passou por exames de necropsia. O enterro de Elda Mariel está marcado para a manhã deste domingo (17) em Lorena.

Elda Mariel era técnica de enfermagem na maternidade da Santa Casa de Lorena, que fez uma postagem sobre a morte dela. 

Ex-namorado é investigado

A Polícia Civil informou que trata o caso como feminicídio e que o ex-namorado é o principal suspeito. Ele consta como investigado no boletim de ocorrência e ainda não foi localizado.

No BO, a mãe da vítima apontou suspeita de autoria de um ex-companheiro de Elda, mas afirmou não ter visto o rapaz entrar ou sair do local, além de não ter escutado ou notado nada estranho durante a madrugada e a manhã. 

Além disso, uma amiga da vítima disse à Polícia Civil que saiu com Elda durante a madrugada e, na volta, o investigado estava na frente da casa dela dizendo que queria encontrar com Elda. Segundo o registro, a amiga disse para Elda tomar cuidado e ela foi embora. O último contato entre elas foi às 5h02.

O registro aponta ainda que a Polícia Militar foi até a casa do suspeito, mas não o encontraram. O pai do investigado disse que ele mora lá, mas não havia retornado para casa desde a sexta-feira.

Em janeiro deste ano, Elda registrou um boletim de ocorrência contra o ex-namorado por violência doméstica.

De acordo com o registro, Elda havia saído com amigas e o homem a perseguiu. Ela havia relatado ainda no registro que ele a ameaçou de morte, caso continuasse saindo. Elda ainda tinha uma medida protetiva contra o rapaz.

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real  CLIQUE AQUI
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90