13/11/2014 às 14h06min - Atualizada em 13/11/2014 às 14h06min

Morre Hedjaly Furquim, professora e ex-funcionária do Banco do Brasil

Interessante News - Ezio Calanca Garcia - Reporter
Interessante News

A comunidade eubiótica da região está de luto. Faleceu nesta terça feira, 11, em Goiânia, onde estava em tratamento contra uma doença súbita parecida com a leucemia, a professora, ex-funcionária da agencia local do Banco do Brasil e membro da Sociedade Brasileira de Eubiose, Hedjaly Furquim, de 64 anos.

O corpo chegou ao município por volta das cinco horas da manhã desta quarta feira, 12, foi velado no Pavilhão de Eventos da SBE e sepultado às dez horas, no cemitério do bairro Deus é Amor, setor Xavantina.

Há cerca de três meses, a doença deu os primeiros sinais de sua presença, o que a levou a passar os últimos sessenta dias em Goiânia, para fazer o tratamento, sem sucesso. Membros da SBE, de Lojas Maçonicas locais e amigos compareceram ao velório e acompanharam o cortejo.

                                                                     HISTÓRIA

Hedjaly ou a "Hedi" como era carinhosamente chamada, chegou em Nova Xavantina em 1.982, já como funcionária do Banco do Brasil e membro da SBE. Aposentou-se pelo banco e fora dele, prestou inestimável serviço ao Departamento local da SBE, contribuindo decisivamente para sua formação e sistematização.

Fora da SBE, fez parte da história de Nova Xavantina, ao fundar, junto com a Profª Maria Nazareth Bizutti e um grupo de membros da comunidade, a Escola CNEC, que durante muitos anos foi a opção de ensino no município. De suas salas de aula, sairam muitos jovens que hoje atuam com sucesso no mercado como empresários e profissionais liberais.

Desativada por falta de recursos, a escola foi incorporada à rede municipal de ensino em 2.001, passou a se chamar Escola Municipal Deus é Amor, e no primeiro mandato do prefeito Gercino Caetano Rosa, ganhou um novo e moderno prédio, dentro dos padrões do FNDE, em cuja cerimônia de inauguração, em junho de 2.012, Hedjaly Furquim estava presente, junto com a Profª Nazareth Bizutti.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.1%
4.9%
17.7%
76.4%