Araguaia Notícia  Publicidade 728x90
22/02/2024 às 15h03min - Atualizada em 22/02/2024 às 15h03min

Síndico de condomínio agredido e baleado morre após 21 dias internado em hospital

Gazeta Digital
Araguaia Notícia
Após 21 dias internado no Hospital Municipal de Cuiabá, Hildebland Pereira da Silva, 35, não resistiu aos ferimentos e morreu na tarde de quarta-feira (21). Ele era síndico do condomínio Chapada dos Pinhais, foi agredido e baleado por um vizinho, que também roubou seus dois veículos - já recuperados pela polícia. 

De acordo com as informações apuradas, a Delegacia de Homicídios foi acionada por volta das 15h para liberação do corpo da vítima, que deu entrada na unidade no dia 31 de janeiro.

Consta que o homem sofreu espancamento e foi baleado com um tiro na perna esquerda. Ele ficou internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Investigação

Conforme já noticiado, foi descoberto que a vítima saiu de casa por volta das 16h30 em um HB20 branco e que voltou minutos depois dentro de um veículo VW Voyage.

Síndico estava no banco traseiro e pedia para a portaria liberar o acesso e, ao ser questionado sobre o que estava acontecendo, teria dito “abre logo”.  

Assim que o carro entrou, a portaria acionou a Polícia Militar via 190. Não demorou muito para um morador ligar na administração, afirmando que o síndico estava caído dentro do apartamento todo ensanguentado.  

O suspeito foi flagrado correndo pelo local, pegou a moto da vítima e fugiu. Os comparsas fugiram ainda no Voyage e levaram também o HB20 branco.   

Vizinho identificado

Com base nas imagens das câmeras de segurança do prédio, o suspeito flagrado correndo pelo local foi identificado. Ele é morador do mesmo condomínio.  

Polícia foi até o local, mas não o encontrou em casa. Dentro do apartamento, foram encontradas a arma usada no crime – uma pistola .40, além da roupa que ele usou no dia do crime.  

Carro localizado e dois presos

No dia 2 de fevereiro, dois homens de 28 e 35 anos foram pegos com o HB20 e uma motocicleta da vítima, no bairro 27 de Setembro, em Várzea Grande. Aos policiais, disseram que o veículo tinha sido penhorado por dívida.

Depois, entraram em contradição e afirmaram que só pegaram “para dar um rolê”. Os dois foram levados para a delegacia. Caso segue sob investigação.

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real  CLIQUE AQUI
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90