Araguaia Notícia  Publicidade 728x90
21/02/2024 às 15h21min - Atualizada em 21/02/2024 às 15h21min

Polícia Civil prende integrante de organização criminosa de alta periculosidade

Foragido desde 2019, quando rompeu o monitoramento eletrônico e fugiu para o Rio de Janeiro, criminoso foi preso em Várzea Grande

Agora MT / PJC - MT
Araguaia Noticia
Homem de 37 anos foi preso pela Polícia Civil – Foto: PJC-MT
Um integrante de organização criminosa, apontado como criminoso de alta periculosidade e envolvido na tentativa de roubo a carro-forte, ocorrido em 2019 no Atacadão em Cuiabá-MT, teve três mandados de prisão cumpridos pela Polícia Civil, na manhã desta terça-feira (20), após intenso trabalho de investigação e monitoramento realizado pelos policiais da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI).

O homem, de 37 anos, conhecido como “Derrama”, é apontado como um dos suspeitos de organizar o roubo ao carro-forte que resultou na morte de três criminosos.

Após a ação, o criminoso rompeu a tornozeleira eletrônica que o monitorava e fugiu para o Rio de Janeiro, onde se escondeu em uma comunidade e era considerado foragido desde o ano de 2019. Após o retorno da estadia no Rio de Janeiro, o procurado foi localizado em um condomínio no bairro Centro Sul, em Várzea Grande.

Contra o criminoso, foram cumpridos três mandados de prisão que estavam em aberto no sistema, expedidos pelas 2ª, 3ª e 7ª Varas Criminais de Cuiabá.

Para a delegada titular da DRCI, Juliana Palhares, a prisão do criminoso é uma grande vitória para as Forças de Segurança. “Foram necessárias diversas diligências, vigilância e monitoramento constante para prisão do foragido, que é integrante de organização criminosa, considerado de alta periculosidade, com muitos contatos e envolvimento em diversos crimes”, disse a delegada.

Roubo a carro-forte

O crime ocorreu no dia 10 de maio de 2019, quando o grupo criminoso associado, fortemente armado, tentou atacar o carro-forte da empresa Brinks, no momento em que era realizado o abastecimento dos terminais de autoatendimento (caixas eletrônicos) instalados no supermercado.

O roubo não foi consumado devido à intervenção imediata da equipe da GCCO, assim como pela ação do vigilante da empresa, resultando na morte de três dos criminosos. Durante a ação, não houve terceiros feridos, seja dentro do estabelecimento, com a reação justa e necessária do vigilante, seja na parte externa, com a intervenção dos policiais repelindo iminente e injusta agressão.

Com os criminosos foram encontradas diversas armas de fogo, sendo uma pistola canadense calibre .45, com 13 munições intactas e uma munição deflagrada; submetralhadora calibre .40, patrimônio da Polícia Judiciária Civil, com um carregador com 12 munições intactas e uma pistola, calibre .380, patrimônio da Polícia Militar, com um carregador com uma munição .380 intacta e três munições .380 deflagradas.

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real  CLIQUE AQUI
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90