02/11/2014 às 17h10min - Atualizada em 02/11/2014 às 17h10min

Quadrilha é presa após roubar loja com arma da PM e por pouco não é linchada

Olhar Direto
Divulgação PM/MT

Uma quadrilha foi presa no bairro Jardim Passaredo, em Cuiabá, no fim da tarde da última sexta-feira (31), após tentar roubar uma loja na região. Com os criminosos foi encontrada uma arma que tinha o brasão da Polícia Militar. Consta ainda no Boletim de Ocorrência (BO), que os acusados teriam sido agressivos com os funcionários do estabelecimento. A ação de prisão, que teve momentos dignos de cenas de filmes, foi realizada pelos policiais do 9º Batalhão da Polícia Militar. Quatro pessoas foram presas em flagrante por crime de roubo.

De acordo com as informações, os policiais militares do 9º Batalhão foram acionados pelo dono da loja Nippon Flex, através do telefone celular. Ele relatou aos agentes que o estabelecimento estava sendo assaltado naquele momento. Quando a viatura chegou ao local, encontrou um veículo Gol, de cor branca, que tentava se evadir. Ele estava sendo dirigido por Max Júnior Ramos, 21 anos.

Ao realizar a abordagem, os policiais encontraram um rádio de comunicação (HT), dos mesmos utilizados pela Polícia Militar, uma bateria extra, dois aparelhos celulares e um relógio de pulso, que eram das vítimas do assalto que acabara de acontecer. Enquanto verificavam o veículo, os agentes viram mais dois suspeitos – identificados como Jean Xavier de Mato, 22 anos e Luciano Rodrigo da Silva Santos, 24 anos – saírem correndo de dentro da empresa.

Os dois entraram em um Honda Civic que pertencia ao dono da loja e tentaram fugir do local, porém, sem sucesso. Quando realizaram a abordagem, os agentes do 9º Batalhão encontraram com o suspeito Jean uma pistola calibre 40, que tinha inscrição da Polícia Militar. Já Luciano tinha uma pistola 9mm. Todas elas estavam com munição.

Várias celulares e R$ 848 em dinheiro também foram encontrados com os suspeitos. Enquanto os dois estavam sendo presos pelos policiais, o outro comparsa da quadrilha, identificado como Paulo Vinícius de Campos, 28 anos, pulou o muro dos fundos do estabelecimento. Porém, uma outra viatura que deu apoio na ocorrência conseguiu capturá-lo.

Após isto, os agentes checaram o veículo Gol que foi utilizado pelos criminosos e constatou que tratava-se de um produto de roubo/furto que aconteceu no último dia 29. Os funcionários relataram que Jean e Luciano foram os que mais reagiram com truculência e agrediram as vítimas. Também foi dito pelas testemunhas que três deles estavam armados.

Revoltados, os funcionários da loja ainda tentaram linchar os criminosos que ficaram feridos com escoriações. Outras guarnições foram chamadas para conter as vítimas que estavam transtornadas com a situação.

Durante o transporte do veículo GOL para a delegacia, uma motocicleta, Honda Fan, de cor preta, pilotada por Wender Jonathan do Amaral, colidiu com a lateral do carro, na avenida das Torres. De acordo com o BO, o motociclista estava em alta velocidade e não conseguiu frear a tempo. Não há informações de que houve feridos. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

2.4%
3.6%
19.8%
74.3%