02/11/2014 às 01h02min - Atualizada em 02/11/2014 às 01h02min

Funcionário de supermercado é detido suspeito de ser o motoqueiro tarado que persegue universitárias

Ronaldo Couto
Araguaia Notícia

O funcionário de um grande supermercado de Barra do Garças, T.A.S, foi preso por volta das 15 horas de sábado (1) pela Polícia Militar (PM) suspeito de ser o motoqueiro tarado que assedia jovens universitárias no município barra-garcense na divisa com Goiás.

Ele foi reconhecido por duas vítimas quando esteve no batalhão da PM para prestar informações. De acordo com a polícia o suspeito pode ser o mesmo indivíduo que tentou agarrar uma estudante, na manhã de sábado, perto do Residencial Emanuelly ao lado da Faculdade Cathedral.

O suspeito tentou acariciar a vítima e a chamou de 'gostosa'. Algumas pessoas que estavam passando pela rua conseguiram anotar a placa da moto e o suspeito foi localizado.

No batalhão, o funcionário do supermercado foi reconhecido por duas vítimas todavia ele nega os crimes. Ele estava acompanhado da esposa - que se apresentou como álibi - alegando que estava com o companheiro na hora mencionada do suspeito assédio.

O caso será repassado a Delegacia Especializada da Mulher para apurar se realmente o suspeito é o motoqueiro tarado. 

No mês de outubro, quatro mulheres procuraram a delegacia contando que foram assediadas por um motoqueiro numa moto preta que além de falar palavrões tentou agarrá-las. Duas estavam saindo da UFMT. E teve o caso de uma garota que foi perseguida pelo tarado e depois encontrou DVDs pornográficos debaixo da porta do apartamento dela.
 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.2%
24.4%
1.4%