24/10/2014 às 18h52min - Atualizada em 24/10/2014 às 18h52min

Integrantes do Novo Cangaço e PCC são presos na Barra

Ronaldo Couto
Araguaia Notícia

A Polícia Civil de Barra do Garças efetuou a prisão de Rafael Rocha Nascimento e Lucas Santos Brasil do Nascimento na tarde de quarta-feira (22). Eles são acusados de participarem de quadrilha de roubo a cargas nos estados de São Paulo e Bahia e de assaltos a banco na modalidade Novo Cangaço. 

“Nós acreditamos que estamos diante de elementos até mesmo ligados ao Primeiro Comando da Capital (PCC)”, frisou o delegado Wilyney Borges durante coletiva sobre a prisão dos acusados na manhã de quinta-feira.

Rafael estava escondido na Barra após abandonar o Programa de Proteção a Testemunhas no estado da Bahia, no mês de abril. Ele mesmo explicou que estava em Mato Grosso para se esconder de integrantes do bando que estavam lhe ameaçando. Rafael foi preso também acusado de estar envolvido no roubo da caminhonete L200 da vereadora de Barra Maria do Mercado, tomada em assatlo dia 09/10 do genro da parlamentar.

O veículo foi encontrado pela Polícia Militar (PM), graças ao sistema GPS, três horas depois na residência onde morava Rafael no bairro Abel Lira. No mesmo lugar, a polícia encontrou o revolver simulacro (brinquedo) e a moto utilizados no assalto da caminhonete.

Após a recuperação do veículo, Rafael se escondeu numa pousada em Aragarças na companhia de Lucas onde foram descobertos pela Polícia Civil de Barra e presos na tarde quarta-feira por uma equipe de investigadores da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf). Lucas é foragido da Justiça acusado de participar de roubo de cargas.

Rafael, por sua vez, admitiu em depoimento ao delegado que é investigado por participação em 40 assaltos a banco nos estados da Bahia e São Paulo e por isso estava no Programa de Proteção a Testemunhas porque vinha sendo ameaçado por integrantes do bando.

O delegado Wilyney acredita que a prisão dos dois elementos pode ajudar a desvendar a série de roubos de caminhonetes na região de Barra do Garças e de cargas na rodovia Br 070 entre Barra e Primavera do Leste. Só caminhonetes foram mais de quinze furtadas em Aragarças, Barra e Pontal nos últimos seis meses.

Lucas e Rafael preferiram não comentar nada sobre as acusações contra eles durante coletiva da Polícia Civil de Barra do Garças na quinta-feira.
 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.2%
24.4%
1.3%