24/10/2014 às 13h53min - Atualizada em 24/10/2014 às 13h53min

Sojicultores guardam estabilidade das chuvas para iniciar plantio

Interessante News - Isaias Lima - Nortão
TV Arinos

Os Sojicultores de Nova Mutum ainda aguardam o melhor momento para começar a semeadura apesar das chuvas que já começaram no município. Enquanto isso, em Lucas do Rio Verde e Sorriso Já têm produtor com máquina na lavoura há quase uma semana. O presidente do sindicato rural do município afirma que a pouca chuva tem contribuído para o atraso nas plantações.

Segundo o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária na última sexta-feira, o estado já havia semeado quase 10% da área total de mais de 8 milhões de hectares. Lucas do Rio Verde atingiu 12% e Nova Mutum chegou aos 10%. Ambas as cidades estão situadas na região Médio-norte e vem se destacando como a principal produtora de soja de Mato Grosso.

Sorriso concentra quase 5% da safra de soja do país, o que dá o título de capital do Agronegócio, além de destaque mundial na produção do grão.

O principal problema dos produtores tem sido o atraso e a falta de estabilidade das chuvas nesta safra podendo gerir grandes prejuízos na economia.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.2%
24.4%
1.4%