21/10/2014 às 15h52min - Atualizada em 21/10/2014 às 15h52min

Agentes penitenciários agem rápido e contêm principio de motim no Anexo da Penitenciária de Água Boa

Nelli Tirelli

No sábado (12.10) algumas detentas do Anexo da Penitenciária de Água Boa iniciaram um principio de motim e atearam fogo em um colchão da cela onde estavam. De acordo com a gerência da unidade penal, o fato ocorreu em função de algumas regalias terem sido cortadas por causa de mal comportamento.

“Estava ocorrendo constantemente a entrada de produtos ilícitos na unidade, além das detentas estarem se recusando a usarem o uniforme e estarem com pouca roupa. Elas haviam sido alertadas pelos agentes penitenciários, para que cumprissem as normas, caso contrário, não receberiam água gelada, que é uma das regalias para elas, como não cumpriram, o beneficio foi cortado”, contou o gerente do anexo, Rafael Rodrigues.

Segundo ainda Rodrigues, após o corte da regalia elas revoltadas atearam fogo em um dos colchões da cela. “Os agentes que estavam na unidade de plantão, além de mais alguns colegas que estavam no momento agiram rapidamente e apagaram o fogo, e retiraram do local duas delas que estavam passando mal com a fumaça”.

Atualmente o Anexo da Penitenciária de Água Boa conta com 12 presas.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.2%
24.5%
1.4%