Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90
Araguaia Notícia  Publicidade 728x90
29/11/2023 às 10h54min - Atualizada em 29/11/2023 às 10h54min

Velório reúne centenas de pessoas e é marcado pela emoção

As quatro foram mortas por pedreiro que trabalhava em obra ao lado da casa delas

Mídia News
O velório e sepultamento das mulheres da família Calvi, vítima de chacina em Sorriso, realizado na manhã de terça-feira (28), foi marcado por homenagens e muita comoção.
 
Com a presença de centenas de pessoas em um pavilhão da Igreja Assembleia de Deus, o clima era de profunda tristeza.
 
Vídeos da imprensa local mostram os carros fúnebres adornados com coroas de flores sendo escoltados pela Polícia Militar e por uma ambulância da Prefeitura.
 
Outras imagens mostram o pavilhão da Igreja onde vítimas foram veladas repleto de pessoas. Amigos, familiares e moradores que sequer conheciam as vítimas compareceram à cerimônia.
 
No meio da estrutura, os quatro caixões fechados das vítimas estavam dispostos lado a lado, sobre cada um deles uma coroa de flores.
 
A cerimônia fúnebre foi realizada pelo presidente da Assembleia de Deus em Sorriso, pastor João Agripino de França.
 
De acordo com a imprensa local, o velório teve início às 8h e o cortejo, que percorreu as principais avenidas da cidade, saiu da Igreja para o cemitério Municipal às 11h.
 
O crime
 
As vítimas foram assassinadas entre a noite de sexta-feira (24) e a madrugada de sábado (25). Os corpos só foram encontrados na manhã de segunda-feira (27) pela Polícia.
 
O patriarca da família estava fora a trabalho, no Paraná, e perdeu contato com elas desde a sexta-feira.
 
O pedreiro Gilberto Rodrigues dos Anjos, de 32 anos, foi preso na segunda, pouco depois de os corpos terem sido encontrados. Ele confessou a autoria e entregou à Polícia as roupas íntimas das vítimas, levadas por ele da cena do crime.
 
A mãe e as duas filhas mais velhas tiveram seus pescoços cortados, os ferimentos eram profundos. A filha mais nova foi asfixiada até a morte, com o auxílio de um travesseiro.
 
Além de matar as vítimas, o pedreiro teria abusado sexualmente delas.
 
Veja:
 

 

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI)
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90