Araguaia Notícia  Publicidade 728x90
22/11/2023 às 06h49min - Atualizada em 22/11/2023 às 06h49min

Homem mata trabalhador após ser cobrado em R$ 80 em MT

Familiares de Rubens Gomes de Souza, de 47 anos, pedem justiça após o trabalhador morrer depois de passar cerca de 26 dias internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Metropolitano de Várzea Grande. Ele foi brutalmente espancado por causa de R$ 80, no dia 14 de outubro deste ano, no município de Santo Antônio do Leverger (33 km de Cuiabá).

O suspeito de cometer o crime é Joel Antônio Camargo dos Reis, 46 anos, que está foragido. As informações foram divulgadas no Programa do Pop, da TV Cidade Verde. Conforme o programa policial, Rubens prestava serviço como jardineiro e em certa ocasião capinou um terreno de Joel. Contudo, aquele que viria a ser o seu algoz não pagou pelo trabalho.

Então, toda vez que a vítima via Joel, cobrava o valor devido. Certo dia, Rubens estava bebendo em um bar quando encontrou com Joel, ocasião em que novamente fez a cobrança do débito. No entanto, Joel ficou enfurecido e junto com um comparsa, espancou o trabalhador com chutes, pontapés, pancadas na cabeça. Além disso, bateram com a cabeça de Rubens no meio-fio de uma calçada.

Devido aos ferimentos, Rubens foi encaminhado a uma Unidade de Pronto Atendimento em Santo Antônio do Leverger, mas devido à gravidade das lesões precisou ser encaminhado ao Hospital Metropolitano em Várzea Grande. Após ficar quase um mês na UTI lutando pela vida, Rubens não resistiu à gravidade das lesões e morreu.

Revoltada com a crueldade em que a vítima foi espancada, que resultou em sua morte, a irmã de Rubens, que não foi identificada, foi até o Programa do Pop para cobrar as autoridades que Joel seja preso, uma vez que ele já tem passagens criminais por homicídio e faria parte da facção criminosa Comando Vermelho.

“Eu preciso que seja cumprida a prisão desse homem, que façam justiça porque meu irmão morreu por causa de R$ 80. Ele era uma pessoa trabalhadora, não fazia mal para ninguém, bebida suas pingas? Bebia, mas ele trabalhava para beber a pinga, então se ele trabalhou ele tinha direito de receber. Esse Joel não tinha direito de tirar a vida do meu irmão. Ele ficou na UTI por 26 dias sofrendo, tentando viver e não conseguiu. Minha mãe tem 80 anos não está vivendo por causa da situação do filho dela, isso é muito sério. Ele não levou só meu irmão, levou nossa família inteira”, expôs.

Ainda segundo ela, o irmão não tinha feito nada para Joel e que apenas cobrou o valor que ele devia. “Todo mundo sempre pagou ele direitinho. Por quê esse Joel não podia pagar ele? Preferiu matar do que pagar 80 reais. O que que é isso? Cadê a justiça? Prende esse cara, se ele está com mandado de prisão”, cobrou. Após o crime, foram realizadas diligências para localizar o suspeito, porém sem êxito. A Polícia Civil, que investiga o caso, trabalha com a hipótese de que Joel tenha fugido do estado.

DENÚNCIA

Caso você tenha alguma informação do paradeiro de Joel, ligue para a Polícia Militar, através do número 190 ou pelo disque-denúncia via 0800 65 3939.

Araguaia Notícia com Folhamax e Ronda Policial Original

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real  CLIQUE AQUI
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90