Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90
Araguaia Notícia  Publicidade 728x90
13/10/2023 às 14h16min - Atualizada em 13/10/2023 às 14h16min

Juiz concede liberdade a policial penal, que foi detido em Barra do Garças, suspeito de agredir namorada

Gazeta Digital

O juiz Douglas Bernardes Romão, de Barra do Garças-MT, concedeu liberdade provisória a um policial penal, durante audiência de custódia, realizada na sexta-feira (13.10). Ele foi detido em Barra do Garças acusado de agredir e ameaçar a namorada dentro de um quarto de hotel na cidade, que fica a cerca de 500 km de Cuiabá.

O magistrado determinou que o suspeito cumpra medidas cautaleres para que sua liberdade seja mantida, enquanto a investigação, conduzida pela Polícia Civil, seja feita.

De acordo com informações, a polícia foi acionada por volta das 2h para atender uma ocorrência de violência doméstica em um hotel. No local, uma testemunha disse que uma jovem, de 23 anos, estava trancada dentro do quarto e o namorado não a deixava sair.

Em seguida, os militares encontraram a vítima no corredor do hotel chorando desesperadamente. Ela contou que está em um relacionamento conturbado com o policial penal e que ambos já brigaram diversas vezes.

Ela narrou que eles foram para um barzinho para uma confraternização com amigos e, depois de ela cumprimentar uma amiga em outra mesa, o suspeito começou a ter uma crise de ciúmes por conta de um homem que estava sentado junto da amiga.

Ao irem embora, o agressor começou a xingar a mulher e retirou a arma da cintura para ameaçá-la. A vítima pediu para sair do quarto, mas o suspeito ficou descontrolado e a jogou na cama, impedindo-a de sair.

Por fim, ela disse que aproveitou um momento em que o homem estava nu para conseguir fugir e pedir ajuda na recepção do hotel. O suspeito, quando notou que a mulher havia chamado a polícia, fugiu.

Em rondas pela região, ele foi encontrado e preso, sendo autuado pelo crime de violência doméstica.

NOTA DA SESP

O secretário de Segurança Pública, coronel PM César Roveri, informou que, assim que tomou conhecimento dos fatos, adotou todas as medidas legais e determinou o afastamento do policial penal. Também será instaurado um Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD) para apurar a conduta do servidor.

O policial penal foi detido pela Polícia Militar e entregue aos cuidados da Polícia Civil, responsável por conduzir a investigação na esfera criminal.

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI)
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90