Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90
Araguaia Notícia  Publicidade 728x90
10/10/2023 às 15h15min - Atualizada em 10/10/2023 às 15h15min

Aluno é socorrido após levar tesourada de colega na cabeça em escola de Goiás, diz polícia

Menina de 13 anos foi apreendida por ato infracional análogo ao crime de tentativa de homicídio. Escola disse que prestou apoio ao aluno, chamou o socorro e recolheu todas as tesouras dos estudantes.

G1 GO
Um aluno de 12 anos foi levado ao hospital após levar uma tesourada na cabeça na da Escola Municipal Militarizada professor Oscarino Caetano de Rezende, em Nerópolis, na região central de Goiás. Segundo o delegado André Fernandes, uma colega do menino, de 13, foi apreendida.

“A aluna de 13 anos aproximou do jovem de 12, colocou a mão no ombro dele e desferiu o golpe de tesoura no crânio. A vitima teve grande sangramento e precisou ser levada para Goiânia”, detalhou o delegado.

Como a menor não teve o nome divulgado, o g1 não localizou a família dela para obter informações sobre o caso até a última atualização desta reportagem.

O caso aconteceu na última terça-feira (9), o adolescente foi encaminhado a um hospital da cidade e transferido para o Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), em Goiânia. Ele recebeu alta no mesmo dia, segundo a unidade.

Em nota, a Prefeitura de Nerópolis informou que a adolescente possuía histórico de agressividade e usou uma tesoura sem ponta, do kit escolar. A escola disse que prestou apoio ao aluno, chamou o socorro e recolheu todas as tesouras dos estudantes.

O delegado explicou que a menor foi internada por ato infracional análogo ao crime de tentativa de homicídio e não falou sobre a motivação do ataque ao colega. À Polícia Civil (PC), a diretora da escola também disse que menina tem histórico de agressividade.


Segundo o delegado, a polícia vai ouvir mais testemunhas e o inquérito deve ser encerrado nos próximos dias. A adolescente está internada em Anápolis até decisão da Justiça.

Nota da Prefeitura de Nerópolis

O fato ocorreu na Escola Militarizada Oscarino Caetano. A adolescente de 13 anos possuía, sim, histórico de agressividade e aparentemente parece ter algum transtorno psiquiátrico. Ela utilizou uma tesoura sem ponta do kit escolar. Imediatamente a direção da escola prestou socorro ao aluno ferido acionando o Corpo de Bombeiros, a Polícia Militar e o Conselho Tutelar.

Todas as tesouras sem ponta de todos os alunos foram recolhidas e serão entregues apenas quando forem utilizadas nas aulas. O aluno ferido está em casa e não corre nenhum risco.

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI)
Notícias Relacionadas »
Comentários »