Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90
Araguaia Notícia  Publicidade 728x90
07/10/2023 às 11h53min - Atualizada em 07/10/2023 às 11h53min

Jovem denuncia policial por assédio em delegacia de MT

Araguaia Notícia com Folhamax

Uma jovem de 23 anos, denunciou em 2019 um investigador da Polícia Civil por importunação sexual que ocorreu durante uma confraternização que acontecia na Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos da Capital. A vítima, que na época tinha 18 anos, atuava como estagiária na recepção. 

Na ocasião, ela registrou um boletim de ocorrência acusando o policial de passar a mão em sua bunda. O caso foi encaminhado ao Poder Judiciário, mas está estacionado desde 2022. Na sexta-feira (6), a jovem cobrou a Justiça, destacando que nos últimos quatro anos se sentiu impotente. "Eu me senti violada e impotente, não apenas diante da importunação sexual, mas também por toda a omissão e constrangimento que ocorreram. Naquele dia, foi tirado o direito sobre meu corpo e depois me foi tirado o meu estágio", lembrou ela durante a entrevista.

No boletim de ocorrência registrado em 19 de junho de 2019, a jovem relatou que estava com uma  irmã, que também era estagiária, comendo um bolo, quando foi abordada de maneira constrangedora na frente de todos. Segundo ela, o investigador passou a mão em sua bunda naquele momento.

Após o fato, ela conversou sobre o ocorrido com uma chefe, que teria rido da situação e falado que todos os homens estavam no cio, mas que falaria com ele. Segundo a vítima, a chefe na época realmente falou com o investigador, que afirmou ter apenas cutucado a então estagiária.

No depoimento realizado na época na Delegacia Especializada de Defesa da Mulher durante a produção do inquérito, a jovem destacou que durante uma conversa, o policial contou que havia sonhado com ela e que, no sonho, ela parecia estar feliz. Ao questioná-lo sobre o que isso significava, ele insinuou que tivessem tido relações sexuais.

PERDA DE ESTÁGIO

A jovem também destaca que perdeu o estágio após o caso vir à tona. Ela acusa ainda a Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos de omissão, lembrando que "pessoas que testemunharam a meu favor foram demitidas ou transferidas, enquanto ele continuou trabalhando normalmente na delegacia". 

O suspeito, contudo, negou o crime durante os interrogatórios. Na época, afirmou que nunca houve denúncias ou fatos relacionados à importunação sexual, seja no local de trabalho ou fora dele, e que nunca teve intimidade com a vítima ou qualquer outra estagiária, seja através de brincadeiras verbais ou não.

O policial foi indiciado após o fim do procedimento em 17 de setembro, que foi encaminhado ao Poder Judiciário. O Ministério Público Estadual (MPMT) denunciou o suspeito em 2020, por meio da promotora Fânia Amorim, e destacou em documento que o denunciado possui péssimos antecedentes criminais por responder pelo crime de corrupção ativa na comarca de Pontes de Lacerda.

A denúncia foi recebida pela 8ª Vara Criminal de Cuiabá. Em 2022, um oficial de Justiça tentou entregar uma intimação para o investigador se manifestar sobre a denúncia, mas o suspeito não foi localizado, pois havia mudado de endereço.

"O processo está parado porque o oficial de Justiça disse que não encontrou o acusado, embora ele trabalhe em uma delegacia. Será tão difícil assim encontrar um policial ou estão apenas adiando por ser uma delegacia inteira que foi omissa?", questionou a vítima durante a entrevista ao FOLHAMAX.

"Tudo isso aconteceu dentro de uma delegacia, um lugar onde as pessoas deveriam se sentir seguras. Nas campanhas que vemos por aí, principalmente a frase 'não se cale', eu não me calei apesar de tudo que aconteceu comigo depois. Faço acompanhamento psicológico até hoje, mas e quanto à justiça? O fato do processo estar parado há mais de um ano só reforça o sentimento de impunidade e impotência. Seria melhor se eu tivesse me calado, já que a Justiça não faz nada", concluiu a vítima.

Uma audiência sobre o caso foi marcada para novembro deste ano. Não há informações se o acusado foi intimado.

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI)
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90