11/08/2014 às 18h18min - Atualizada em 11/08/2014 às 18h18min

Após discussão, marido mata esposa com pauladas na cabeça

Midia News
Reprodução

Terminou em tragédia o relacionamento da dona de casa M.B.P.S.C., de 45 anos, e seu marido, o pedreiro conhecido apenas como “Edmar”.

Após uma discussão, ele se armou com um pedaço de madeira e matou a mulher com vários golpes na cabeça.

De acordo com as informações, as pauladas foram tão fortes, que ela morreu sentada.

O homicídio passional (motivado por paixão) ocorreu na noite de domingo (10), por volta das 22 horas, na Rua 15, do bairro Osmar Cabral, em Cuiabá.

Segundo policiais militares que atenderam a ocorrência, os vizinhos se assustaram com os gritos e acionaram uma guarnição.

Ao chegarem à residência, os policiais encontraram a mulher sentada na cadeira com a cabeça achatada.

Um carro do Samu esteve no local e os socorristas confirmaram o óbito.

A delegada Anaíde Barros, de plantão na Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), esteve no local iniciando as investigações.

Ela descobriu que o suspeito, após o crime, procurou um vizinho, onde deixou o filho de seis anos.

Ele mesmo teria dito que matara a esposa e pediu para o amigo cuidar do menino.

A delegada entrou em contato com o Conselho Tutelar, que vai tentar localizar um familiar do menino para entregá-lo.

Diante das informações obtidas, a delegada acredita que o suspeito deverá se apresentar na delegacia nos próximos dias. Caso contrário, vai pedir a sua prisão preventiva.

“É um crime passional e, em casos como esse, a identificação da autoria é o ponto mais fácil. Ou o suspeito se apresenta ou terá a prisão decretada. Não tem opção. Isso, se não for preso nas próximas horas”, observou um policial plantonista. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%