10/08/2014 às 17h54min - Atualizada em 10/08/2014 às 17h54min

Mais uma pessoa morre infartada quando dirigia em Barra do Garças

Ronaldo Couto
Araguaia Notícia

Mais um caso de infarto fulminante em Barra do Garças, leste de Mato Grosso, tirou a vida do mototaxista Ilheus dos Santos, 51 anos, morador do bairro Abel Lira. Ele estava numa chácara com amigos quando começou a passar mal e saiu dirigindo de carro Uno a procura de atendimento médico por volta das 19 horas de sábado (9) na companhia de uma cunhada. 

No caminho, Ilheus não agüentou mais dirigir e passou a direção do veículo para cunhada e próximo a Padaria Flores no bairro São José ele infartou. Os bombeiros ainda foram acionados, mas quando chegaram já encontraram o mototaxista já sem vida.

O fato foi registrado pela Polícia Militar que compareceu no local do atendimento ao mototaxista. Esse é o terceiro caso de infarto fulminante na região de Barra do Garças.

O primeiro caso aconteceu sábado (2) com a professora da UFMT Célia Benquerer que infartou quando dirigia o carro pela cidade e morreu ao dar entrada no hospital MedBarra.

No domingo (3), o pedreiro Miguel Flôr, 54 anos, morreu também de infarto quando dirigia em Pontal do Araguaia. Ele estava na companhia de amigos dirigindo uma caminhonete e ia buscar um bolo e quando foi verificar se a roda do veículo estava balançando, Miguel infartou e caiu do veículo sendo atingindo por pela roda traseira.

O número de casos de infarto aumentou em todo o país devido à vida sedentária das pessoas e os hábitos alimentares. Durante palestra na escola CEP de Barra do Garças, o cardiologista Carlos Eduardo Leão explicou que 25% das mortes provocadas por doenças estão relacionadas ao coração. “A saída é corrigir os hábitos alimentares e a prática esportiva”, frisou.
 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%