Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90
Araguaia Notícia  Publicidade 728x90
24/11/2022 às 19h27min - Atualizada em 24/11/2022 às 19h27min

Polícia Civil e Politec fazem reconstituição de acidente que matou idoso de 83 anos em Barra do Garças

Araguaia Notícia
Na manhã de quinta-feira (24/11), a Polícia Civil de Mato Grosso, através da 1ª Delegacia de Polícia de Barra do Garças,  juntamente com a Polícia Oficial de Identificação Técnica (Politec), procederam o exame pericial de reprodução simulada dos fatos de um acidente de trânsito que resultou no óbito de idoso de 83 anos.

A ocorrência de trânsito ocorreu em outubro de 2014, por volta das 13h00 quando uma motociclista, hoje com 49 anos, que trafegava na Rua Minas Gerais, no Bairro Santo Antonio, na sua mão de direção, ao desviar de um cachorro que corria na via, perdeu o controle da motocicleta e atropelou a vítima que estava limpando a calçada do vizinho.

O senhor de idade caiu ao solo e bateu a cabeça no meio-fio, ficando inconsciente, imóvel, sangrando pela boca e nariz.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e socorreu a vítima até o hospital, contudo, em razão das lesões na cabeça, veio a óbito quatro dias depois.

Investigada pela autoridade policial que estava a frente da 1ªDP na época, a motociclista alegou em sua defesa que o acidente ocorreu tão somente em virtude do cachorro ter atravessado na frente de seu veículo, o qual estava em velocidade 30 km/h, fazendo- lhe perder o controle e atropelar a vítima que estava em pé junto ao meio-fio da via pública.

O Ministério Público, diante do processo investigativo criminal, requereu a realização da reprodução simulada dos fatos com o objetivo de esclarecer a dinâmica do acidente.

A Polícia Civil, sob coordenação do Delegado Adjunto da 1ª DP, mobilizou uma equipe de policiais para acompanhar e compor a reconstituição, enquanto a perícia técnica analisou minuciosamente a dinamicidade das versões para a elaboração do laudo pericial.

"A reprodução simulada dos fatos consiste na encenação da conduta delituosa com o propósito de esclarecer a dinâmica do fato delituoso, auxiliando na formação do convencimento do juiz ou dos jurados no  Tribunal do Júri, sendo um importante meio de prova."

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real  CLIQUE AQUI
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90