Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90
Araguaia Notícia  Publicidade 728x90
23/10/2022 às 11h51min - Atualizada em 23/10/2022 às 11h51min

Homem é assassinado em Bom Jardim-GO na porta de bar VEJA VÍDEO

O autor do crime disse que foi 'cobrar' uma surra, que teria levado segundo ele, da vítima no passado

Araguaia Notícia
Homem é assassinado com vários golpes na cabeça
Por volta das 22 horas de sexta-feira (22/10), houve um assassinato na porta de um bar na cidade de Bom Jardim-GO, a 32 km de Barra do Garças-MT, que infelizmente, terminou na morte do morador Adão Sergio Brito ,de 49 anos. LOGO ABAIXO TEM VÍDEO DO ANDREZÃO NOTÍCIAS QUE ESTEVE NO LOCAL DO FATO

De acordo com a Polícia Militar (PM), Adão estava na porta do bar quando levou um murro e caiu batendo a cabeça no trilho do portão. Na sequencia, o autor da agressão, Giovani Ramos de Souza, de 32 anos, desferiu chutes e até pedradas na cabeça da vítima que não resistiu e faleceu.

O proprietário do bar relatou à PM e também ao repórter Andrezão Notícias, da Rádio Serra Negra de Bom Jardim, que Giovani disse que estava cobrando uma surra que teria levado no passado da vítima. Todavia essa informação não é confirmada pela família de Adão, que é uma família muito querida na cidade de Bom Jardim e a população ficou sentida pela forma que ele foi assassinado. 

A Polícia Militar quando chegou no comércio já encontrou Adão em óbito que foi constatado pela equipe do hospital através de uma enfermeira. O bar foi isolado para perícia e durante buscas, a PM recebeu a informação, de que Giovani foi visto entrando na casa de uma conhecida dele. Os policiais foram até o endereço e a proprietária, que não sabia de nada, confirmou que realmente Giovani estava lá.

Os policiais pediram para ele sair da casa, porém o mesmo não atendeu. Os PMs então entraram na residência pelo fundo e prenderam Giovani.  O acusado confirmou que matou Adão porque antes disso, no passado, a vítima tinha lhe agredido.
 
Logo após, o acusado foi encaminhado ao hospsital para exame de corpo de delito e posteriormente foi conduzido à delegacia da Polícia Civil de Aragarças, ficando à disposição da justiça.

A situação de flagrante foi lavrada com autorização do delegado plantonista da cidade de Iporá-GO através da funcionária, que estava na delegacia de Aragarças.

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI)
Notícias Relacionadas »
Comentários »