30/07/2014 às 14h29min - Atualizada em 30/07/2014 às 14h29min

Calixto Guimarães vira nome de rodovia no Araguaia

MTAqui
MTAqui

Rodovia Calixto Guimarães. Este é o nome sugerido pelo deputado estadual Neldo Egon (PR) ao trecho de 223 quilômetros do chamado Contorno Leste da BR-158, entre a vila de Alô Brasil e o trevo da 158 no acesso a Luciara via Pontinópolis, cruzando as zonas urbanas de Bom Jesus do Araguaia, Serra Nova Dourada e Alto Boa Vista.

Neldo revelou nesta terça-feira que apresentará à Assembleia Legislativa projeto nesse sentido, para reverenciar a memória do jornalista Calixto Guimarães, morto com um tiro acidental de espingarda disparado por um amigo, na segunda-feira, 14 deste julho, nas imediações da vila Espigão do Leste, município de São Félix do Araguaia, no Vale do Araguaia.

Calixto Guimarães era jornalista, cantor, compositor, músico e escritor. Sua luta em defesa dos ex-posseiros da gleba Suiá-Missú, nos municípios de Alto Boa Vista (parte maior), Bom Jesus do Araguaia e São Félix do Araguaia, o fez respeitado naquela região do Vale do Araguaia, onde residia e também era um dos artistas mais reverenciados pelo público.

Suiá-Missú também é conhecida na sua região como a antiga Fazenda do Papa e se transformou na terra indígena Marãiwatsédé, dos índios xavantes. Seus antigos ocupantes foram despejados em dezembro de 2012, numa verdadeira operação de guerra desencadeada pela Polícia Federal, Força Nacional e Polícia Rodoviária Federal, com apoio logístico do Exército. O resultado foi o mais trágico possível: centenas de famílias perderam suas casas e estão no olho da rua. A vila Estrela do Araguaia (de São Félix do Araguaia e Alto Boa Vista) foi demolida pela soldadesca e dela não restou sequer uma casa, igreja, escola ou posto de saúde.

“Calixto Guimarães foi um figura humana sensacional. Corajoso, lutou muito em defesa de sua gente e ao mesmo tempo foi um excelente artista regional. Acho muito justo que a Assembleia reverencie sua memória dando ao Contorno Leste o seu nome”, diz Neldo Egon (dir.).


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.3%
24.3%
1.4%