27/07/2014 às 12h06min - Atualizada em 27/07/2014 às 12h06min

Está preso ex-garimpeiro que assassinou primo por causa de ameças de morte

Ronaldo Couto
Facebook Frederico esfaqueado pelo próprio primo

Está preso desde quinta-feira (24) o ex-garimpeiro Alcir Alves Carneiro, 49 anos, que assassinou o próprio primo Frederico Carneiro Evangelista de 27 anos. O crime aconteceu dia 20/07 em Ribeirãozinho após uma discussão entre os primos. 

Alcir estava foragido e tentou se apresentar acompanhado de advogados em Barra do Garças só que a Polícia Civil já tinha pedido a prisão dele que foi decretada pelo Poder Judiciário.

Na delegacia, Alcir confessou o crime e disse que o praticou temendo as ameaças de morte proferidas pelo primo Frederico que tinha uma fama de ser violento. Na noite anterior ao assassinato, os primos brigaram porque Alcir pegou os filhos menores de Frederico, que segundo informação, estariam num bar e levou para mãe de Alcir cuidar.

Esse fato revoltou Frederico que armado com uma faca foi até o bar onde estava Alcir para matá-lo. Só que Frederico foi impedido por populares que o seguraram e mesmo assim ele fez ameaças ao primo mais velho.  

No dia seguinte, Alcir foi até o lavajato onde trabalhava o primo e retornou a discussão só que desta vez Alcir estava armado com uma faca e acertou Frederico no abdômen. Ele morreu dez minutos depois de dar entrada no hospital.

Alcir tinha medo de Frederico porque no passado o primo deu quatorze facadas na namorada que sobreviveu e depois se envolveu numa briga em Aragarças onde Frederico foi esfaqueado nas costas.

Alcir responde processo por lesão corporal cometida a um homem em Torixoréu e trabalhava no passado como garimpeiro quando sofreu um acidente de trabalho.

Ele permanecerá preso pela morte do primo mais novo e deverá a ir a julgamento no próximo ano.
 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.2%
24.4%
1.4%