Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90
Araguaia Notícia  Publicidade 728x90
29/08/2022 às 16h42min - Atualizada em 29/08/2022 às 16h42min

Médica esfaqueada dentro de postinho deve deixar a UTI hoje

O irmão da Jaqueline da Croce usou as redes sociais para falar sobre o estado dela

Midia News
Araguaia Notícia
A médica Jaqueline da Croce, esfaqueada na última quinta-feira (26) em unidade de saúde de Primavera do Leste, deverá receber alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital das Clínicas nesta segunda-feira (29) e será transferida para um quarto.
 
Um homem em surto psicótico entrou na unidade de Estratégia Saúde da Família (ESF) do município e esfaqueou Jaqueline quatro vezes. Uma delas atingiu o abdômen e quase perfurou o útero da profissional, que está grávida de quatro meses. No ataque, a agente Regy Rouse Lopes de Oliveira, de 51 anos, acabou morrendo.
 
Segundo o irmão de Jaqueline, o cardiologista Leandro da Croce, a médica evoluiu bem nas últimas 24 horas, mas seguirá internada para acompanhar possíveis complicações no pós-operatório.

“Estou gravando esse vídeo para dar boas notícias pra vocês”, disse ele em suas redes sociais. “Nessas últimas 24 horas ela evoluiu bem, aceitou bem a dieta, o intestino voltou a funcionar”, explicou.
 
“Os exames estão ótimos e nós tivemos a felicidade da notícia que ela vai receber alta da UTI e vai pro quarto”.
 
Leandro aproveitou para agradecer as mensagens de apoio e pediu para os amigos terem paciência e aguardarem ela se recuperar para poder visitá-la. “Ela ainda está bem traumatizada com a situação”.
 
Evolução do quadro
 
Jaqueline foi atingida por quatro golpes de faca, sendo que uma das perfurações atingiu o seu abdômen e quase perfurou o útero.
 
Ela passou por uma delicada cirurgia abdominal e ficou desde a quinta sem ingerir alimentos. A introdução à dieta começou na noite de domingo, apresentando melhora gradativa.
 
Como perdeu muito sangue, nesses primeiros dias os exames registraram uma anemia.
 
Na noite de sábado ela deu, segundo o irmão, os primeiros passos fora do leito, ainda sentindo muitas dores devido às perfurações.
 
Desde a cirurgia Jaqueline não teve febre e nem alterações nos exames. O único sintoma, já esperado diante do quadro, foram os vômitos (isso antes da introdução dos alimentos no domingo).
 

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI)
Notícias Relacionadas »
Comentários »