Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90
Araguaia Notícia  Publicidade 728x90
28/08/2022 às 10h37min - Atualizada em 28/08/2022 às 10h37min

Irmão diz que agente de saúde entrou na frente e salvou vida de médica que permanece na UTI VEJA VÍDEOS

Ambas foram esfaqueadas por homem que invadiu posto de saúde e atacou as profissionais da saúde

Araguaia Notícia com GAZETA DIGITAL 

O cardiologista Leandro da Croce, irmão da médica Jaqueline da Croce, atacada brutalmente na quinta-feira (26), dentro de um posto de saúde de Primavera do Leste, usou as redes sociais para informar que a irmã deu os primeiros passos logo após a cirurgia realizada no Hospital das Clínicas. Jaqueline levou 4 facadas, uma delas no abdômen. Ela está grávida de 20 semanas.

“Hoje, sábado, a Jaque tá evoluindo bem, ontem ela conseguiu sair do leito, dar os primeiros passinhos fora. Ainda sente muita dor por conta das perfurações e da cirurgia”, disse. Segundo o irmão, ela segue sem febre, não teve alterações nos exames, mas o intestino ainda não voltou a funcionar.

“Nossa torcida é para o intestino voltar a funcionar o mais rápido possível. Ela ainda é uma paciente considerada grave, de risco e segue na UTI sem se alimentar, dieta zero. A dieta vai ser liberada assim que o intestino começar a dar os primeiros sinais de funcionamento. A recuperação é bem lenta”.

‘Anjo’

Em outro vídeo publicado em rede social, dessa vez na sexta-feira (26), Leandro afirmou que a agente comunitária Regy Rouse de Oliveira, foi um anjo. “Ela entrou para salvar a minha irmã”. Regy também foi esfaqueada, mas não resistiu e acabou morrendo.

O caso

Um homem de 34 anos invadiu o Posto de Saúde da Família (PSF) e esfaqueou a médica Jaqueline Matos da Croce, 31 e a agente comunitária de Saúde Regy Rouse de Oliveira, 50, enquanto elas trabalhavam na tarde desta quinta-feira (25), em Primavera do Leste (231 km ao Sul de Cuiabá).    

Ele chegou no posto com uma faca escondida dentro da bermuda, esperou uma paciente sair do consultório da vítima e invadiu o local, partindo para cima da médica e desferindo 4 golpes contra ela.  

Uma testemunha flagrou a agressão, tentou acertar uma mesa de madeira no homem, que deixou o consultório e, no corredor do posto, encontrou com Regy. Ela também foi esfaqueada pelo agressor, que fugiu. Jaqueline foi atingida no abdômen e Regy teve ferimentos no tórax.  

Polícia Militar foi acionada e encontrou o suspeito na fuga. Quando ele flagrou a polícia, jogou a faca para longe, tentando se desfazer da arma. Ele foi encaminhado para a delegacia e autuado por tentativa de homicídio.

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI)
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90