Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90
Araguaia Notícia  Publicidade 728x90
14/08/2022 às 18h10min - Atualizada em 14/08/2022 às 18h10min

Membro do Comando Vermelho mata rapaz em festa após fazer sinal de facção rival

GAZETA DIGITAL 
ARAGUAIA NOTÍCIA


Briga em um baile funk no Parque de Exposições de Diamantino (208 km ao médio-norte de Cuiabá) terminou na morte do técnico em Agropecuária Jonatan Roberto Garcia Parpinelli, 36, com 3 tiros nas costas durante a madrugada deste domingo (14). O crime foi motivado após o grupo de Jonatan ter feito um sinal com as mãos durante uma dança, simbolizando a facção rival do suspeito de ter cometido o crime, que já foi identificado e está foragido.

De acordo com as informações, passava das 3h30 quando a polícia foi acionada para atender uma briga que terminou em homicídio. Testemunha contou que assim que começou a tocar uma música, o grupo de rapazes que estava com a vítima fizeram uma dança e faziam sinais com as mãos.

Esse gesto, na verdade, seria o sinal de uma facção rival de alguns participantes da festa. Foi aí que a confusão começou. Os faccionados teriam alertado “Vocês são do PCC (Primeiro Comando da Capital)? Querem perder a cabeça aqui?”.
 
Depois, começou uma briga generalizada, sendo separada pelos seguranças da festa. Mas, assim que foram retirados do barracão, a briga continuou do lado de fora.

Suspeito de 23 anos, identificado como ‘Celinho’, pegou uma arma e atirou 3 vezes contra ‘o rapaz de chapéu’, que era Jonatan. Ele foi atingido pelas costas e os disparos transfixaram seu tórax.

Assim que a morte foi confirmada, a cena do crime foi isolada para os trabalhos da Polícia Civil. A Força Tática de Nova Mutum atuou na ocorrência e procurou pelo suspeito, mas sem sucesso. Ele segue foragido.

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI)
Notícias Relacionadas »
Comentários »