01/07/2022 às 09h18min - Atualizada em 01/07/2022 às 09h18min

Polícia conclui que pai matou filho esganado por causa de choro

Caso aconteceu no último dia 20 em Primavera do Leste; inquérito foi concluído ontem

Midia News
Araguaia Notícia
A Polícia Civil concluiu que o homem identificado como Denilson de Jesus Salvaterra, de 22 anos, matou o próprio filho, de 1 ano e 8 meses, esganado.
 
O caso aconteceu no último dia 20 de junho, em Primavera do Leste (235 km de Cuiabá). O inquérito foi concluído na quarta-feira (29). Denilson segue preso.
 
Conforme o delegado Allan Vitor, responsável pelo caso, o laudo da necropsia mostrou que a versão narrada pelo pai era falsa.
 
O suspeito informou à Polícia que a criança havia se enroscado em um cabo de celular durante a madrugada enquanto dormia no berço, ao lado da cama dos pais.
 
No entanto, segundo o delegado, a morte da criança foi provocada por uma série de agressões provocadas pelo pai.
 
Durante a madrugada Denilson teria tentado impedir o choro do filho e, para isso, usou as próprias mãos. De acordo com o delegado, ele o chacoalhou e apertou tanto a boca da criança que ficou a marca dos dentes nos lábios do bebê.
 
Hematomas encontrados na cabeça do menino ainda apontaram que ele bateu em uma viga antes de ser morto. Somado a isso, houve a esganadura, que provocou a asfixia e levou o menino à morte.
 
Segundo o delegado, a mãe da criança não será penalizada porque não há contradição nas versões dela sobre o acontecido. Já Denilson segue preso e futuramente deve ir a júri popular.
Notícias Relacionadas »
Comentários »