12/07/2014 às 22h09min - Atualizada em 12/07/2014 às 22h09min

Pai infarta e morre ao receber notícia sobre acidente com filho e que matou a nora

Ronaldo Couto
Tv Serra Azul / Band

Faleceu na noite de sábado (12) na cidade de Guaraíta, região do São Patrício no estado de Goiás, o morador Ailton Pereira Marques, 58 anos. Ele infartou ao tomar conhecimento do acidente que houve na Br 070 em Barra do Garças em que o filho Diego Ribeiro Marques, 26 anos, ficou ferido e a nora Ingrid Pereira Gomes, 24 anos, faleceu. A filha do casal, Nicole Pereira Marques, de dois meses, sobreviveu e está sendo atendida no Pronto Socorro de Barra. Diego fraturou o fêmur. 

Familiares de Diego, que vieram de Guaraíta para Barra para acompanhá-lo, receberam por volta das 21 horas a notícia sobre a morte de Ailton que passou mal ao receber a notícia do acidente com filho e da morte da nora. Ailton chegou a ser levado para um hospital, mas não resistiu.

O acidente em Barra do Garças aconteceu por volta das 10 horas da manhã de sábado no km 31 da Br 070 próximo ao Galinho Caipira. A colisão foi entre um Prisma que estava com seis pessoas e um Pálio onde seguia a família de Diego. De acordo com a polícia, o Prisma teria tentado uma ultrapassagem em lugar proibido e invadiu a pista do lado do Pálio. Para evitarem a colisão os dois motoristas jogaram os veículos para acostamento onde houve o choque frontal.

No Pálio seguiam seis pessoas de uma mesma família de Primavera do Leste-MT: Thais Laila Pontes, 27 anos; Maria Luzia Pontes, 56 anos; e Marcos Aurélio Pontes, 30 anos; e as crianças Luis Eduardo Pontes Silva, 10 anos; Lay Thylla Pontes, seis anos e o recém-nascido João Cleber Teodoro, de zero ano.

A ocorrência foi registrada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) que ainda teve o apoio da Politec com a perícia e o Instituto Médico Legal (IML) na condução do corpo de Ingrid a cidade de Barra do Garças.
 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.3%
24.3%
1.4%