25/05/2022 às 06h19min - Atualizada em 25/05/2022 às 06h19min

Dos 5 acusados de matarem garota após mensagem no TikTok, apenas 1 está preso

G1 MT
ARAGUAIA NOTÍCIA
Dos cinco indiciados pelo assassinato da jovem Ellen Nascimento da Silva, de 21 anos, apenas um está preso, sendo que dois estão foragidos e os outros dois respondem em liberdade, de acordo com a Polícia Civil.

O crime ocorreu em abril deste ano, em Brasnorte, a 580 km de Cuiabá. Os jovens se irritaram com um 'gesto sutil' que Ellen havia feito em um vídeo no TikTok. De acordo com a promotoria de Justiça, o gesto fazia alusão à uma facção rival à deles.

O g1 tenta localizar a defesa dos acusados. Nesta segunda-feira (23), o Ministério Público Estadual denunciou os cinco envolvidos no homicídio de Ellen.

Segundo a Polícia Civil, o indiciado Erick Vinicius Colen Félix é o único preso até o momento. Já os outros colegas do grupo, Ryan Aparecido Correa da Silva e Ueslen Gonçalves Barros, estão foragidos e a polícia segue à procura deles. Os outros dois integrantes também foram denunciados, mas não tiveram a prisão decretada por terem colaborado com a investigação, segundo a polícia. Eles respondem ao processo em liberdade.

Entenda o caso

Ellen saiu de casa no dia 19 de abril deste ano. Ela tinha dito à mãe que iria na casa de um amigo, mas, desde então, não tinha sido mais vista. Segundo a mãe, Ellen estava com o celular, porém, não chegou de comunicar ninguém. De acordo com o delegado responsável pelo caso no município, Eric Marcio Fantin, Ellen foi levada pelo grupo até uma zona rural e a executaram lá, segundo apontaram as investigações da polícia.

A família de Ellen comunicou a polícia do desaparecimento dela por um tempo até que encontraram o corpo dela, com as mãos amarradas e com marcas de tiros no corpo. Segundo a polícia, a jovem disse que queria viajar e estava com a mala pronta em casa, porém, havia desistido da ideia no caminho.

Segundo o delegado, um dia antes do assassinato, ela havia feito um vídeo no TikTok em que fez um 'gesto sutil', com alusão à facção rival do grupo de jovens com quem ela estava mantendo contato. Eles não gostaram e resolveram fazer um 'salve'.

A polícia segue a procura dos dois foragidos pelo homicídio.
Notícias Relacionadas »
Comentários »