11/05/2022 às 15h58min - Atualizada em 11/05/2022 às 15h58min

Justiça mantém presa mulher que mandou matar marido

Gazeta Digital
ARAGUAIA NOTÍCIA
O juiz da 12ª Vara Criminal de Cuiabá, magistrado Flávio Miraglia, manteve presa Ana Cláudia Flor, suspeita de mandar matar o marido, o empresário Toni Flor. A decisão foi proferida na tarde desta terça-feira (10) após pedido "humanitário" impetrado pela defesa da ré.
 
Na decisão, o juiz avaliou pedido de Ana no qual a empresária requeria a conversão de sua detenção para prisão domiciliar por "questões humanitárias". Contudo, ao julgar o mérito, o magistrado afirmou que os filhos da ré, que seriam o motivo do pedido, estão sendo cuidados pela avó materna.
 
"A mesma não reúne elementos necessários à cautelar requerida, e é de fácil constatação que as crianças não estão desguarnecidas de cuidados, muito pelo contrário, estão assistidas pela avó materna que vem cumprindo com zelo o múnus", narra trecho da decisão.
 
Além disso, o magistrado destacou que Ana foi a "arquiteta intelectual" do crime e que sua liberdade representava riscos.
 
"Isto posto, acolho os embargos para integrar o decisum misto não terminativo, a fim de que não existam dúvidas, e mantenho a segregação cautelar de Ana Cláudia de Souza Oliveira Flor em virtude da mesma não reunir elementos necessários à prisão domiciliar", apontou.
 
O caso
Toni Flor foi morto a tiros quando chegava para treinar pela manhã na academia, em Cuiabá. O caso foi registrado em agosto de 2020, sendo que a viúva do empresário é a principal suspeita de encomendar o assassinato.  
 
O primeiro preso, Igor Espinosa, deu detalhes de como executou a vítima, incluindo como fez a negociação com Ana Claudia.
 
Ele estava sentado no meio-fio da academia, no bairro Santa Marta, quando abordou o empresário dizendo “perdeu”. Em seguida, disparou 5 vezes contra a vítima.
 
Depois, fez uma videochamada com Ana Claudia e mais dois intermediadores. O acordo era R$ 60 mil, distribuídos em R$ 20 mil para cada.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.6%
5.5%
17.7%
75.2%