08/05/2022 às 22h38min - Atualizada em 08/05/2022 às 22h38min

DNIT recua e vai retirar radares do perímetro urbano de Barra do Garças após pedido de Max Russi

O município está sendo penalizado por indústria de multas destacou o parlamentar

Araguaia Notícia
Araguaia Notícia com Semana 7

Durante visita ao município de Barra do Garças e Pontal do Araguaia, na sexta-feira (29/4), o deputado Max Russi (PSB) informou que o superintendente regional do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) Antonio Gabriel Oliveiro, em Mato Grosso, garantiu que vai retirar os radares de velocidade do DNIT do perímetro urbano de Barra do Garças nas avenidas Ministro João Alberto e Valdon Varjão.

Nas últimas semanas, o parlamentar esteve apresentando requerimento, solicitando esclarecimentos sobre a quantidade de multas aplicadas e o valor arrecadado por meio dos radares de controle de velocidade na via.

Conforme explicou o deputado, é inadmissível que haja 16 radares em um trecho de 3km. Além disso, ressaltou que a quantidade dos medidores de velocidade acaba gerando uma "indústria da multa", e que os valores nem são revertidos ao município, seja em campanhas educativas ou investimentos.

Vale ressaltar que a av. Min João Alberto é a principal avenida do município, ligando desde a saída da ponte que faz divisa com o estado de Goiás, até à saída para Cuiabá, através da av. Valdon Varjão.

Nela há, diariamente, um constante fluxo de carretas que se utilizam do corredor da BR-070 para a realização do transporte de entrada e saída de Mato Grosso. Essa quantidade de carretas causa transtorno ao trânsito local, fazendo com que obras como a do Anel Viário sejam cobradas dia após dia na cidade.

O assunto é debate constante nas rodas de conversa por toda a cidade. Após a proposição de Russi pela remoção dos radaras, o Semana7 buscou saber se seus leitores acreditavam que os radares poderiam ser removidos. A enquete feita pelo site apontou que 66% não acreditam que os medidores de velocidade serão retirados, enquanto 34% confiam na palavra do parlamentar.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.6%
5.5%
17.6%
75.2%