02/07/2014 às 08h53min - Atualizada em 02/07/2014 às 08h53min

Band ajuda dona de casa a localizar a família depois de 43 anos

Araguaia Notícia
Araguaia Notícia Neto ajuda avó reencontrar família

Uma história de superação que demorou 43 anos para ter um final feliz em Barra do Garças no leste de Mato Grosso. A dona de casa Maria Auxiliadora, que reside hoje no interior do estado de Goiás perdeu todoo contato cm a família e por intermédio de uma reportagem da Band conseguiu localizar os parentes dia 1 de julho.  

A iniciativa de procurar a emissora partiu do neto de Maria Auxiliadora, Wallan Júnior, que viu a aflição da avó que não tem mais contato com as irmãs e sobrinhos no Mato Grosso e ligou na Band contando a história da dona de casa que reside em Iaciara-GO. "Minha avó saiu de casa quando tinha 13 anos porque o pai dela queria obrigá-la que ela se casasse com um homem mais velho, de 50 anos.

Como não concordava com isso, Maria fugiu na companhia de duas primas para Goiás onde teve que se virar e para não passar fome trabalhou em circo e de lavadeira.

Maria nunca mais voltou para rever os parentes. Passaram-se 43 anos devido as condições financeiras, a dona de casa se conformou em ficar longe da família. Wallan conta que o pai dele tentou fazer ajudá-la, porém não conseguiu porque sofreu um derrame. 

A reportagem da dona de casa foi levada ao ar na edição de terça-feira (1) do Jornal da Band apresentado por Ronaldo Couto e deu certo, duas irmãs da Maria Auxiliadora ligaram na tv.

A moradora Sebastiana Nogueira confirmou que é irmã da Maria e disse aos prantos que imaginava que a irmã já estivesse morta. Maria Rita, que trabalha no hospital de Aragarças, também entrou em contato com a Band.

A família está se reunindo e a expectativa é trazer Maria Auxiliadora para visitar as dez irmãs que moram na região de Barra do Garças. Mais um caso onde a Tv Serra Azul/Band ajudou a fazer o bem para nossa comunidade. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.2%
24.4%
1.4%