24/11/2011 às 11h45min - Atualizada em 24/11/2011 às 11h45min

Moura faz elogios exagerados a Wanderlei e cutuca Blairo Maggi

O megaempresário dá sinais que pode pular para o barco de Farias

Olhar Direto
Reprodução

O suplente de deputado federal Eduardo Moura (PPS) elogiou a gestão do prefeito de Barra do Garças, Wanderlei Farias (PR), demonstrando certa aproximação entre as duas lideranças.

Durante entrevista na manhã de quarta-feira (23), Moura disse que o prefeito barra-garcense teve três momentos distintos a frente da prefeitura: a primeira de colocar a casa em ordem; a segunda de aplicar medidas duras de aumentar impostos como ocorreu com IPTU em 2009 e a terceira de implementação de obras estruturais na cidade.

Moura disse que no aspecto de obras, a cidade de Barra do Garças está pronta e que o próximo prefeito do município deve se preocupar com geração de empregos criando meios para abrir mais indústrias na cidade. O empresário não poupou o senador Blairo Maggi de críticas e relembrou que o republicano quando era governador puxou mais indústrias para Rondonópolis inclusive prejudicando a cidade de Barra do Garças.

A entrevista de Moura reforça a tese que ele poderá marchar junto com Wanderlei na próxima eleição. O nome do empresário é cotado para substituir o prefeito republicano caso este não seja candidato a reeleição em 2012. Oficialmente, Moura não confirma essa possibilidade e alega que mantém hoje apenas relações comerciais com chefe do executivo barra-garcense, ambos são pecuaristas.

O PPS de Moura já conseguiu o apoio do PDT de Ubaldino Resende e agora assedia o PSB para repetir a coligação de Mauro Mendes. Porém não será fácil ter o PSB que já tem pré-candidato a prefeito Sandro Saggin.

Ainda entre os pré-candidatos a prefeito de Barra estão o empresário Roberto Farias (PSD) e o ex-deputado estadual Adalto de Freitas (PMDB) 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.3%
4.5%
17.0%
77.2%