Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90
Araguaia Notícia  Publicidade 728x90
29/03/2022 às 15h56min - Atualizada em 29/03/2022 às 15h56min

Estado decide aumentar salários de 3 categorias; reajuste chega até 30%

PMs e Bombeiros terão direito aos auxílios fardamento e alimentação

FOLHA MAX
ARAGUAIA NOTÍCIA
Um projeto de lei enviado pelo Governo do Estado, com a participação de alguns deputados na elaboração, vai garantir reajuste salarial para três categorias de servidores estaduais: policiais penais, socioeducativo e servidores do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT). Agora, a Assembleia Legislativa vai fazer uma força-tarefa para aprovar as mensagens que precisam ser sacionadas pelo governador Mauro Mendes (União) até o dia 3 de abril, por se tratar de ano eleitoral.

De acordo com o presidente da Assembleia, deputado Eduardo Botelho (União), no caso dos policiais penais, o reajuste será aplicado em diferentes percentuais, agrupado por faixas. Em algumas delas, segundo o parlamentar, o aumento chegou a quase 30% de aumento. “É um reajustamento bem razoável. O que é possível hoje seria essa proposta que está ai”, comentou Botelho nesta terça-feira (29).

Conforme explicado pelo presidente do Legislativo Estadual, as mensagens já foram enviadas pelo governador e encaminhadas ao setor de protocolo. “Incluímos também algumas categorias que estavam bem defasadas como é o caso do Detran e o socioeducativo”, ponderou Botelho.

“Vamos fazer uma força-tarefa para aprovar isso tudo e ser sancionado ainda dentro do prazo eleitoral que é antes do dia 3 de abril. É um avanço que temos e vamos fazer uma força-tarefa dentro da Assembleia Legislativa para aprovar tudo até sexta-feira e dar tempo de cumprirmos o calendário eleitoral”, colocou.

Em relação aos policiais penais, que chegaram a deflagrar greve este ano ano, o presidente da Assembleia reconhece que a proposta que será aprovada não atende totalmente a reivindicação feita pela categorias, mas é preciso levar em conta a questão da isonomia e também a distinção entre as funções exercidas por eles que é diferente da Polícia Militar. Eduardo Botelho esclareceu não ser possível contemplar na totalidade até porque haveria problemas com a Polícia Militar se fossem atendidos todos os pleitos. “Nós limitamos em cima da Polícia Militar. Eles estão ganhando equivalente”, comentou ao deixar claro que o reajuste será aplicado por faixas, variando de 8% até quase 30%.

AUXLÍLIO FARDAMENTO

Nos projetos que serão aprovados também estão incluídos benefícios para a Polícia Militar e Corpo de Bombeiros como auxílio fardamento e auxílio alimentação. Cada policial receberá de R$ 1.850 para adquirir o uniforme dentro do padrão.

“O governo vai depositar na conta o auxílio-alimentação para cada policial para que ele mesmo possa pagar sua comida. O fardamento também vai ser pago para cada policial militar e cada bombeiro”, observou Botelho. 

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI)
Notícias Relacionadas »
Comentários »