Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90
Araguaia Notícia  Publicidade 728x90
04/03/2022 às 21h05min - Atualizada em 04/03/2022 às 21h05min

Brasileiro preso em refinaria foi acusado de matar criança em MT

Lázaro Vieira Rodrigues, de 40 anos, foi um dos quatro homens flagrados em laboratório na fronteira

Midia News
ARAGUAIA NOTÍCIA

O brasileiro Lázaro Vieira Rodrigues, de 40 anos, preso em uma refinaria de cocaína na fronteira entre Mato Grosso e a Bolívia, é acusado de ser pistoleiro e responde por crimes como homicídios, incluindo de uma criança de 2 anos e do pai dela, de 32, em 2018.

 

Lázaro foi preso em flagrante na segunda-feira (28), na Operação Guaporé, que visava o combate internacional ao tráfico.

 

Além de Lázaro, também foram presos um colombiano e dois bolivianos. Todos foram encaminhados para Santa Cruz de La Sierra, já que a prisão foi feita na Bolívia e por policiais do país vizinho, com base em informações da Polícia Federal e do Gefron (Grupo Especial de Fronteira).

 

O brasileiro responde por cinco homicídios na Justiça.

 

Lázaro foi apontado como uma das lideranças de um grupo por uma série de assassinatos em Pontes e Lacerda (483 km de Cuiabá) em 2018. 

 

Morte de pai e criança

 

Naquele ano, Wanderson Morais Almeida, a mulher e a filha do casal estavam em um carro a caminho de uma chácara quando caíram em uma emboscada.

 

Eles pararam em uma via, onde havia um homem parado. Em seguida, um segundo saiu do mato atirando no veículo.

 

Wanderson, ao perceber que era uma emboscada, tentou dar ré, mas o carro acabou preso em um barranco. Após os disparos, os assassinos fugiram. 

 

Quando a polícia chegou no local, Wanderson já estava morto. A mulher e a criança foram levadas para o hospital, mas a menor não resistiu e morreu.

 

PF fecha refinaria na fronteira 

 

A refinaria, que fornecia drogas para o Brasil e possivelmente Europa, tinha o potencial de produção de cerca de 2 toneladas de drogas por semana e faturamento estimado em R$ 100 milhões ao mês.

 

Segundo investigação da PF, há suspeitas de que a refinaria fechada pode ter ligação com os terroristas das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia).

  

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI)
Notícias Relacionadas »
Comentários »