26/02/2022 às 10h43min - Atualizada em 26/02/2022 às 10h43min

Idosa de 82 anos caminha 100 km em desafio em MT: 'Se ficamos parados, os ossos vão atrofiando'

Sebastiana da Silva Figueiredo diz que costuma se movimentar, mas que começou a fazer caminhada mesmo há pouco tempo.

G1 MT
ARAGUAIA NOTÍCIA
A professora aposentada Sebastiana da Silva Figueiredo, de 82 anos, caminhou 100 km entre segunda-feira (21) e sexta-feira (25), em um desafio cumprido no Caminhos do Morro, em Santo Antônio do Leverger , a 35 km de Cuiabá.

Foram cinco etapas. Cada dia, a idosa realizou 20 km de caminhada. As saídas eram sempre às 6h, na zona rural do município. Ao final de cada dia, ela e outros participantes receberam um certificado de participação.

“Fui convidada pela organizadora do evento. Eles costumam fazer algumas caminhadas aqui na região, e eu fui dessa vez. Eu ando bastante, é natural. Tem pouco tempo que estou fazendo caminhada. Vou quando o pessoal me chama. Não sou acostumada a praticar de forma corriqueira como outras pessoas praticam”, revelou a senhora.

Sebastiana é professora aposentada e vive num sítio junto com o marido na zona rural de Santo Antônio do Leverger.

Outras participantes do desafio contaram que se inspiraram bastante na idosa durante as etapas. Para suportar os desafios, ela carregou consigo água e frutas, em uma mochila nas costas.

A idosa disse ainda que não compreende muito o fato de pessoas ficarem surpreendidas, pelo fato dela conseguir caminhar muito, apesar da idade avançada.

“Pessoal sempre fala isso, não sei por quê. As pessoas comentam sobre minha idade, mas eu acho normal (caminhar). Falo para as pessoas que é importante treinar”, contou Sebastiana.

A idosa afirmou ainda que está saudável, e que recomenda a todos estarem sempre em movimento.

“Se ficamos parados, os ossos vão atrofiando e podemos ficar impedidos de fazer outras coisas”, alertou.
Notícias Relacionadas »
Comentários »