24/02/2022 às 18h10min - Atualizada em 24/02/2022 às 18h10min

Max vê decisão do STF com naturalidade e deixa presidência com sensação de dever cumprido

Parlamentar consolidou ações importante no período de um ano e diz que foi uma das experiências mais marcantes e recompensadoras.

Assessoria
ARAGUAIA NOTÍCIA
O deputado Max Russi (PSB) encarou com naturalidade a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que determinou sua imediata recondução ao comando da Primeira Secretaria da Assembleia Legislativa. O parlamentar definiu o período de um ano, frente dos trabalhos da Presidência da Casa de Leis, como marcante e recompensador.
 
“A vida é feita de experiências e estar à frente da Presidência da ALMT, por um ano, foi uma das mais marcantes e recompensadoras. Pudemos fazer muito pelo nosso Estado e população, que sempre foi o que me levou a ser deputado. Saio hoje com a sensação de dever cumprido e grato pela oportunidade”, declarou.
 
Durante seu comando sob os trabalhos legislativos, Max Russi consolidou ações importantes no período de um ano, de acordo com o último levantamento da Casa de Leis. A devolução do duodécimo, na ordem de R$ 50 milhões, a aplicação de R$ 10 milhões no programa de distribuição de renda Ser Família e a aprovação da redução de impostos, para 2022, são destaques dessa atuação.
 
Foi na gestão do deputado Max Russi que a Assembleia Legislativa articulou a abertura de mais 5 postos de vacinação. Todos em polos importantes, sendo 3 na baixada cuiabana, um em Rondonópolis e um em Tangará da Serra. Só com essa ação, mais de 594.611 pessoas receberam as primeiras doses contra o novo coronavírus.
 
No mesmo período, a Casa de Leis aprovou a medida, que legalizou a construção da ferrovia estadual, que vai interligar Rondonópolis a Cuiabá, bem como Rondonópolis a Lucas do Rio Verde, além de gerar mais de 240 mil empregos diretos e indiretos, em um investimento de R$ 11 milhões.
 
Ainda no mesmo período, 11060 proposições no Plenário “Renê Barbour” nos últimos 365 dias, de acordo com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Max Russi.
 
Desse montante, a Casa de Leis apresentou 1.312 são‬ projetos de lei, 473 projetos de resolução, 12 proposta de emenda à constituição, 8498 indicações e 765 requerimentos. Como resultado, foram publicadas 400 leis, 395 resoluções e 7 emendas a constituição.
 
“Assumo novamente como Primeiro Secretário fazendo aquilo que fizemos tão bem nas últimas gestões, cuidar do melhor uso do dinheiro público e trazer econômica para a Casa. E quero que todos tenham a certeza de que é só o começo de uma caminhada rumo a um futuro com muito mais qualidade de vida para todos os honrados cidadãos de Mato Grosso”, declarou Max Russi.
Notícias Relacionadas »
Comentários »