23/02/2022 às 10h48min - Atualizada em 23/02/2022 às 10h48min

Bando rende 13 pessoas em chácara em VG, come carne e foge com dinheiro, joias e três carros

Roubo ocorreu no domingo, na região do Capão do Pequi; parte dos materiais levado foi recuperada, junto com um dos veículos. OS criminosos foram presos

Repórter MT
ARAGUAIA NOTÍCIA
Quatro criminosos foram presos em flagrante pela Polícia Civil por roubo em uma chácara, no domingo (20), na região do Capão do Pequi, em Várzea Grande. O grupo criminoso invadiu a propriedade na tarde do domingo e sob extrema violência rendeu 13 pessoas que estavam no local.

Armados, os criminosos ameaçaram os moradores da propriedade e encostaram uma pistola contra a cabeça de uma criança. 

Os assaltantes roubaram pertences das vítimas, como dinheiro, joias, aparelhos celulares, caixa de ferramentas, equipamentos e três veículos que estavam na chácara (um Renault Logan, um Toyota Corolla e um Honda WR).

Antes de fugir, o grupo ainda teve a audácia de comer carne e doces e fizeram deboche, tirando fotos. Eles ameaçaram novamente as vítimas, as filmando, caso fossem reconhecidos pela polícia.

Investigação

A Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (DERF) iniciou a apuração sobre o roubo e chegou à identificação de quatro, dos cinco criminosos que invadiram a chácara. Os quatro identificados já vinham sendo investigados pela unidade especializada por roubo a uma loja de peças, no centro da cidade, ocorrido na semana passada.

Depois de diligências contínuas, os investigadores da Derf conseguiram localizar os bandidos, que integram uma facção criminosa.

Presos em flagrante, os quatro confessaram a autoria do crime e informaram que a execução do roubo foi dividida em funções entre eles.  

Divulgação

 Dois ficaram responsáveis pelas armas, transporte, guarda dos materiais roubados e adulteração dos veículos roubados e outros dois foram os executores diretos do crime - ficaram responsáveis por invadir a chácara e render as vítimas.

A equipe da Derf apurou ainda que o grupo agiu com outros três comparsas que foram a óbito em confronto com uma equipe da Polícia Militar, na noite desta segunda-feira, no bairro Altos da Serra, em Cuiabá.

Apreensões

Nas buscas nas residências dos criminosos, os policiais civis localizaram parte dos objetos roubados e um dos carros das vítimas.

Em uma das casas foram encontradas parte das joias levadas do mostruário de uma das vítimas, além de um aparelho celular, mochila e boné. Foram apreendidos ainda 51 tabletes de maconha. 

Ele estava utilizando um dos celulares roubados para extorquir as vítimas, exigindo dinheiro e dizendo que se pagassem, eles iriam abandonar os veículos. 

Esse suspeito foi preso em janeiro por tráfico de drogas e, após audiência de custódia da Justiça, foi colocado em monitoramento eletrônico com tornozeleira, mas a deixou descarregar.

Na casa de outro criminoso, a equipe da Derf apreendeu parte das ferramentas roubadas, uma espingarda calibre 12 e uma das cinco pistolas usadas no roubo. Também foram encontradas munições de calibres 380, 38, 9mm e 12.

Em outro local, os investigadores localizaram um dos envolvidos e ao pedir sua documentação pessoal apresentou à equipe uma identidade falsa, com a foto dele, mas o nome de outra pessoa. Na casa foi apreendida mais uma pistola calibre 9mm, com as munições intactas, e o Renault Logan levado das vítimas, que já estava com a placa adulterada. Ao realizar consulta no sistema nacional de mandados de prisão, foi constatado um mandado de prisão preventiva em aberto decretado pela Justiça da Paraíba.

Autuações

Os quatro foram autuados pela delegada Elaine Fernandes pelos crimes de integrar organização criminosa, tráfico de drogas, roubo majorado, posse irregular de arma de fogo de uso permitido, adulteração de sinal identificador de veículo automotor, resistência, uso de documento falso, falsa identidade, falsificação de documento público e falsidade ideológica.

Dois dos presos estavam em liberdade condicional mediante o uso de tornozeleira eletrônica, porém, os equipamentos estavam desligados.
Notícias Relacionadas »
Comentários »