21/02/2022 às 16h32min - Atualizada em 21/02/2022 às 16h32min

Projeto que privatiza água e esgoto de Aragarças será apreciado hoje na Câmara como alternativa a obras atrasadas da Saneago VEJA VÍDEO

Araguaia Notícia
Um projeto polemico entra em votação nesta segunda-feira (21/2) na cidade de Aragarças que possibilita a prefeitura adotar o programa de Parcerias Público-Privadas e Concessões Municipais. Com a implantação deste programa, o prefeito Ricardo Galvão terá condição de privatizar a concessão de água e esgoto da cidade de Aragarças e comisso resolver um problema sério do município que se arrasta desde 2009, que é a implantação da rede de esgoto no município.

Esse problema existe no município desde de 2009. Conforme mostra reportagem da Tv Band de anos atrás aonde moradores já se queixavam da falta de esgoto no município. E a situação piorou porque a Saneago começou acumular escândalos em cima de escândalos.

Recentemente eles começaram a construir uma estação elevatória de esgoto perto do rio Araguaia aonde foram colocados canos, porém a obra parou justamente devido aos escândalos que tomaram conta da companhia estadual de saneamento básico de Goiás.

Preocupado com todo esse cenário, o prefeito Ricardo Galvão enviou a Câmara Municipal de Aragarças o Projeto de Lei nº 05/2022 que possibilita a instituição do Programa Municipal de Parcerias Público-Privadas e Concessões do Município, com ordenamento jurídico na Lei Federal n.º 11.079/2014 e permitindo ao município resolver problemas com concessões como o do SANEAMENTO BÁSICO e avançar no seu desenvolvimento econômico e social.

O prefeito Ricardo Galvão deixou claro que com a privatização da água, a prefeitura e os vereadores vão exigir que o valor da água não seja alterado, ou seja, que a empresa que assumir esse serviço não explore a comunidade. Em Barra do Garças, a água é privatizada, todavia a população sofre com desabastecimento de vários bairros e inclusive com o número de buracos que a empresa abre para fazer manutenção e não tampa.

No ano passado, o prefeito Adilson Gonçalves multou a concessionária de água de Barra do Garças em 150 mil reais e ainda ameaçou romper o contrato da concessionaria caso o serviço não seja otimizado. A Ager anunciou que a companhia deve em torno de 6 a 7 milhões de multas para a prefeitura de Barra do Garças por causa do serviço irregular que realiza.

Esperamos que o prefeito Galvão realmente consiga privatizar a água e esgoto do município, porém que consiga oferecer serviço barato e com qualidade para o povo. Diante de tudo que foi exposto é importante que os vereadores deem apoio ao prefeito Galvão, quem sabe, com a privatização o município de Aragarças consiga implantar a sua rede de esgoto.


 
Notícias Relacionadas »
Comentários »