21/02/2022 às 11h17min - Atualizada em 21/02/2022 às 11h17min

Adolescente gravou padre o levando até banheiro para cometer abusos

Menores disseram à polícia que abusos começaram com “passadas de mão”.

Repórter MT
ARAGUAIA NOTÍCIA
Uma das vítimas do padre Nelson Koch, de 54 anos, disse em depoimento à Polícia Civil que chegou a gravar o momento em que o padre o abordou e o levou até um banheiro, onde cometeu os abusos. O pároco foi preso nesta quinta-feira (17), em Sinop.

O delegado Sérgio Ribeiro concedeu coletiva de imprensa nesta quinta na delegacia da cidade e revelou alguns dos detalhes das investigações. Entre eles, está o depoimento de um dos adolescentes, vítimas do padre.

Segundo o investigador, os adolescentes disseram que os abusos começaram com “passadas de mão”. “Ele passava as mãos nas nádegas e nos órgãos genitais. Uma das vítimas teria colocado o celular para gravar e filmou o padre o levando para um banheiro no quarto paroquial”, disse Sérgio Ribeiro.

O padre, contudo, afirmou que as relações foram “consentidas” pelos adolescentes e que eles costumavam “pedir” pelas relações.

“O padre lamentou a prisão e disse que todos os relacionamentos que ele teve com os adolescente foram consentidos, e que os menores às vezes pediam”, disse o delegado.

Até agora, duas vítimas procuraram a delegacia e revelaram os abusos. O primeiro deles, de 15 anos, foi abusado por 8 anos. Os abusos começaram quando ele tinha apenas 7 anos.

Além dele, o padre abusou de um adolescente de 17 anos. Durante depoimento, o menor confirmou que o religioso teria, nos últimos três anos, sem a sua anuência, praticado atolibidinoso.

O delegado acredita que mais vítimas do padre possam aparecer nos próximos dias. Nelson Koch foi preso preventivamente e segue à disposição da Justiça.
Notícias Relacionadas »
Comentários »