18/02/2022 às 07h29min - Atualizada em 18/02/2022 às 07h29min

Suspeito é preso no Pontal do Araguaia após aplicar golpe no whatsApp de R$ 1.475,00

Araguaia Notícia
A Polícia Civil de Barra do Garças prendeu na cidade de Pontal do Araguaia um suspeito de aplicar golpes pelo aplicativo WhatsApp em diversas vítimas. Uma das vítimas, que é de Barra do Garças, procurou a Derf e fez a denúncia. A vítima disse que transferiu 1.475,00 para o golpista imaginando que estava transferindo o dinheiro para a irmã. 

O Estelionato, crime tipificado pelo artigo 171 do Código Penal Brasileiro, tem ganhado proporções estratosféricas pela facilidade com que os criminosos conseguem ludibriar, enganar e convencer as possíveis vítimas de que estarão ajudando algum amigo, parente, ou ainda sendo convencidas de que estarão obtendo vantagens pela aquisição de algum objeto, pagando preço bem abaixo do mercado de consumo.

Outrossim os Investigadores da DERF-BG, sob a coordenação do delegado Nelder Martins Pereira, conseguiram identificar, localizar e prender um dos estelionatários que mais têm dado prejuízos financeiros às vítimas. 

Assim, recebeu a autoridade policial a notícia crime narrada pela vítima, de que teria transferido dinheiro para uma pessoa que pensou ser sua irmã. Na ocasião a pessoa que tinha a foto da irmã no perfil do wathsapp, teria pedido dinheiro  no valor de R$ 1.475,00 (hum mil, quatrocentos e setenta e cinco reais) para pagar o pedreiro pela prestação de serviços. 

O que despertou a atenção da vítima que já tinha depositado/transferido o dinheiro, foi o fato de que a sugerida irmã teria reiterado o pedido de dinheiro no dia seguinte, data de hoje (17/2, o que lhe chamou a atenção para um possível golpe e a fez procurar pela polícia civil.

Depois de tomar conhecimento dos fatos e identificar que o suspeito de ter recebido o dinheiro residia na cidade de Pontal do Araguaia-MT, uma das equipes de Investigadores da DERF se deslocou até o referido endereço, obtendo êxito pela localização e prisão do suspeito.

Em sede da Central de Flagrantes o suspeito afirmou ter praticado diversos golpes no mesmo sentido, não sabendo mensurar o valor do prejuízo provocado às vítimas que acreditaram em suas historias ludibriosas. 

O criminoso foi autuado em Flagrante Delito pelo crime de Estelionato e recolhido à Cadeia Pública de Barra do Garças, onde se encontra à disposição da Justiça.

O objetivo da DELEGACIA ESPECIALIZADA DE ROUBOS E FURTOS foi, é e sempre será COMBATER A CRIMINALIDADE e garantir a SEGURANÇA que a população barra-garcense espera da POLICIA CIVIL, enfatizou o delegado Nelder Martins Pereira.
Notícias Relacionadas »
Comentários »