10/02/2022 às 10h18min - Atualizada em 10/02/2022 às 10h18min

Ciclistas são atropelados durante passeio e motorista foge sem prestar socorro

Vítimas tiveram ferimentos e receberam atendimento médico. As bicicletas usadas no passeio ficaram destruídas.

G1 MT
ARAGUAIA NOTÍCIA
Três ciclistas ficaram feridos após serem atropelados na noite de terça-feira (8), em Cuiabá. As bicicletas que eles usavam para o passeio ficaram destruídas.

Segundo as vítimas, um carro desgovernado atropelou o grupo de ciclismo Pedal 3363, na rodovia sentido Santo Antônio. O motorista fugiu sem prestar socorro.

Ao g1, a vice-presidente da Federação Mato-grossense de Ciclismo, Ana Cassiana de Jesus Ribeiro, explicou que acidentes como esses estão acontecendo toda semana.

"Temos que respeitar o espaço de cada um. Porém, o ciclista é menor. Hoje em dia a bicicleta não é só lazer. Tem gente que utiliza esse transporte alternativo para ir trabalhar", pontuou.

Ana contou ainda que a Federação pretende iniciar uma campanha no mês de março para que os motoristas se conscientizem sobre a vulnerabilidade dos ciclistas nas ciclofaixas ou mesmo pelo acostamento da pista.
Ciclista sofre lesão após ser atropelada em Cuiabá — Foto: Reprodução

Ciclista sofre lesão após ser atropelada em Cuiabá — Foto: Reprodução


Atualmente, existem 50 grupos de ciclismo em Cuiabá e 10 equipes, segundo ela.

Durante a pandemia, Ana disse que viu o número de ciclistas aumentar significativamente. "Muitos buscam mais qualidade de vida. É um tipo de exercício que se pode fazer isolado, distante e com segurança contra a Covid por ser ao ar livre", contou.

Outros casos

No dia 31 de julho do ano passado, o ciclista Plínio Suzuki morreu após ser atropelado enquanto transitava em uma ciclofaixa no trecho da rodovia entre Chapada dos Guimarães e Campo Verde.

Houve manifestação de familiares, amigos e ciclistas pedindo mais segurança no local.
Plínio Riuji Suzuki, 37 anos, morreu após ser atropelado em julho do ano passado — Foto: Arquivo Pessoal

Plínio Riuji Suzuki, 37 anos, morreu após ser atropelado em julho do ano passado — Foto: Arquivo Pessoal



O caso se tornou um sinal de alerta para a falta de segurança no local.
Notícias Relacionadas »
Comentários »