04/02/2022 às 07h17min - Atualizada em 04/02/2022 às 07h17min

Moradora pede ligação de água e empresa Águas de Barra do Garças quer cobrar 11 mil

Araguaia Notícia
Foto Ilustrativa / Reprodução
Uma dona-de-casa de 24 anos entrou em contato na quinta-feira (3.2) com órgãos competentes reclamando da concessionária Águas de Barra do Garças, que está cobrando uma taxa de R$ 11 mil para ligar a rede de água a um lote recém-adquirido pela dona-de-casa.

Ela explicou que comprou esse próximo avenida Amazonas no bairro Nova Barra com intuito de construir logo uma casa e que a rede de água está a 50 metros. Em contato com a companhia, a empresa disse que é obrigação dela somente ligar água até 15 metros e que acima disso o custo da instalação fica por conta do proprietário do imóvel e que por este serviço a empresa Águas de Barra do Garças estaria pedindo 11 mil reais.

A dona-de-casa, que pediu para não ser identificada, nesse primeiro momento, ficou revoltada com o valor e disse que vai procurar os órgãos competentes nesta sexta-feira para saber se essa cobrança é justa e se o valor cobrado pela companhia não estaria desproporcional.

Vale dizer que o lote foi adquirido através de financiamento da Caixa Econômica Federal, que aprovou a aquisição do imóvel. E que aprovação da Caixa já tem 4 meses, que a instituição financeira liberou para a dona-de-casa construir no lote, todavia precisa de água para construção que a empresa Águas de Barra do Garças se recusa a fazer ligação.

A moradora ponderou que perto do lote dela tem uma ligação de água (um ramal) e que a empresa poderia quem sabe usá-lo e não entende o motivo da cobrança de 11 mil reais.

Esse problema foi encaminhado ontem mesmo para Ager Barra (Agencia de Regulação do Serviço de Água e Esgoto de Barra do Garças) para verificar a legalidade da cobrança e se o valor é justo. O diretor da Ager Barra, Ramon Carvalho, disse que vai verificar essa situação, todavia adiantou que agência reguladora não pode interferir na tabela de serviços que é cobrada pela concessionária.

Porém, o morador pode ingressar com uma ação junto ao Procon e também acionar o Ministério Público. A empresa Águas de Barra do Garças se tornou um problema sério na cidade devido a irregularidade no abastecimento de água, buracos que a empresa abre para manutenção e não tampa.

A própria Ager Barra revelou que a concessionária deve em torno de 6 a 7 milhões de multas devido a serviços irregulares à população cuja dívida está sendo ajuizada pela agencia para receber da companhia.

O prefeito de Barra do Garças, Adilson Gonçalves, pediu mais rigor na fiscalização da empresa e deixou claro se for necessário romperá o contrato com a concessionária e vai abrir uma nova licitação para o serviço.

CLIQUE AQUI  e entre no grupo de whatsApp do ARAGUAIA NOTÍCIA e receba informações em tempo real

CLIQUE AQUI e entre no grupo do telegram do ARAGUAIA NOTÍCIA e receba informações em tempo real
 
Notícias Relacionadas »
Comentários »