Araguaia Notícia  Publicidade 728x90
02/02/2022 às 15h33min - Atualizada em 02/02/2022 às 15h33min

7° fugitivo de penitenciária em MT é recapturado na casa da mãe

Após a chegada da polícia, o suspeito correu para o fundo da propriedade para tentar fugir, mas tropeçou no quintal e caiu. Um celular que estava com ele também foi apreendido.

G1 MT
ARAGUAIA NOTÍCIA
O sétimo detento que fugiu da Penitenciária Major PM Zuzi Alves da Silva, em Água Boa, a 730 km de Cuiabá, no dia 3 de janeiro, foi recapturado no fim da tarde dessa terça-feira (1°), em Rosário Oeste, a 133 km da capital.

De acordo com a Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp-MT), o fugitivo, de 30 anos, foi encontrado na casa da mãe dele, localizada no Centro da cidade.

Após a chegada da polícia, o suspeito correu para o fundo da propriedade para tentar fugir, mas tropeçou no quintal e caiu. Um celular que estava com ele também foi apreendido.
Imagem dos fugitivos divulgada pela Sesp — Foto: Sesp MT

Imagem dos fugitivos divulgada pela Sesp — Foto: Sesp MT



A recaptura foi feita por equipes da Polícia Civil e Polícia Militar, após uma denúncia anônima.

O detento foi encaminhado à delegacia para depoimento e deve ser levado à Cadeia Pública de Nobres.

Outros seis detentos de Água Boa que fugiram no mesmo dia continuam sendo procurados. Outro morreu em confronto com a polícia.

Fuga

No dia 3 de janeiro, 14 detentos fugiram da penitenciária por meio de um túnel subterrâneo, com 20 a 30 centímetros de espessura. Os presos utilizaram instrumentos artesanais feitos a partir das grades e das paredes das celas.

O túnel usado para a fuga, segundo a Ses-MT, foi cavado no raio azul da ala 1, saindo do banho de sol para fora da galeria, chegando até a área da muralha.

A suspeita é que, após a saída pela passagem escondida, os presidiários fugiram para uma região de mata ao redor do presidio.

Desde então, as forças policiais atuam em conjunto para tentar recaptura-los.

Investigação

A força-tarefa da Polícia Civil irá ouvir cerca de 100 policiais penais e outras pessoas que estavam em serviço no dia que os 14 presos fugiram da penitenciária de Água Boa.

O inquérito policial foi instaurado pelo delegado regional, Valmon Pereira da Silva, contando com apoio do delegado de Ribeirão Cascalheira, Sérgio Almeida, e de outros servidores da regional.

Após os depoimentos, os procedimentos serão encaminhados à delegacia de Água Boa e serão reunidos no mesmo inquérito.

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real  CLIQUE AQUI
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90