Araguaia Notícia  Publicidade 728x90
01/02/2022 às 08h22min - Atualizada em 01/02/2022 às 08h22min

Dupla de facção é presa por morte de soldado do Exército em MT

Moto e carro usados no crime foram encontrados

Folhamax 
ARAGUAIA NOTÍCIA 


Mais dois suspeitos de participação no homicídio de um soldado do Exército, ocorrido em Cáceres, foram presos pelas forças policiais do município durante a Operação Asfixia. No sábado (29.01), as equipes da Polícia Civil, com apoio de forças de segurança, deram cumprimento a um mandado de busca e apreensão na residência de um suspeito ligado a uma facção criminosa.

Duas pessoas foram presas no local, além da apreensão de dois veículos (um carro de passeio e uma motocicleta) que, supostamente, foram utilizados na ação criminosa que vitimou o soldado do Exército Brasileiro, Thiago de Brito Almeida, de 19 anos.

Além dos veículos, foram localizados no interior da residência um tablete de maconha, 10 munições calibre 9mm, sete aparelhos celulares e uma bala clava.PlayvolumeAdHomicídio

O militar servia na Companhia de Fronteira Jauru, do 66° Batalhão de Infantaria Motorizada. Ele estava jogando basquete em companhia de outros jovens, na quadra do bairro Cohab Nova, na noite de 22 de janeiro, quando foi alvejado por criminosos que estavam em um veículo Corsa preto.

Operação Asfixia

No semana passada, na primeira etapa da operação realizada no dia 25 de janeiro, as forças policiais prenderam 12 suspeitos em flagrante por tráfico de drogas, sendo que contra três deles também foram cumpridos mandados de prisão expedidos pela Justiça. Todos são investigados por crimes ocorridos no município, entre eles, o que vitimou o soldado Thiago de Brito Almeida.

No primeiro dia da operação foram apreendidos 14 tabletes de maconha, porções individuais de entorpecentes, cinco armas de fogo, munições e um veículo.

A operação foi deflagrada visando identificar membros de facção criminosa em Cáceres. De acordo com o delegado regional de Cáceres, Alex de Souza Cuyabano, todos os presos têm passagens criminais e são ligados a facção criminosa. “Os materiais apreendidos, como as armas e o veículo, provavelmente são os mesmos utilizados na prática dos crimes”, explicou. 

Integram a Operação Asfixia a Delegacia de Fronteira, 1° Delegacia de Cáceres, Delegacia Regional de Cáceres, Gaeco, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Gefron, 66° Bimtz, Comando Regional da Polícia Militar, Rotam.

CLIQUE AQUI  e entre no grupo de whatsApp do ARAGUAIA NOTÍCIA e receba informações em tempo real

CLIQUE AQUI e entre no grupo do telegram do ARAGUAIA NOTÍCIA e receba informações em tempo real
 

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real  CLIQUE AQUI
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90