Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90
Araguaia Notícia  Publicidade 728x90
18/01/2022 às 23h04min - Atualizada em 18/01/2022 às 23h04min

Polícia de Aragarças revela que criminoso usou canivete para matar mulher que estava grávida e com passagem marcada para ir embora

Araguaia Notícia
Um dos crimes mais cruéis neste início de 2022 no Vale do Araguaia aconteceu lamentavelmente na cidade de Aragarças-GO, na divisa com Mato Grosso, na segunda-feira (17/1) onde Adair da Silva Souza matou a companheira Áurea Tatiany de Jesus Marques, de 22 anos, usando de um canivete para efetuar, no mínimo dez perfurações, e enforcou a mulher que foi encontrada caída em cima da cama. Adair foi preso nesta terça-feira em Colinas, Tocantins, após uma troca de informações da polícia de Aragarças, Barra do Garças, Goiânia e de Tocantins. Áurea foi morta sem chance de defesa e deixa três filhos. Ela estava grávida de 2 ou 3 meses segundo informação da tia que também mora em Aragarças.

Outro detalhe chocante nessa história, que abalou a região, era de que Áurea Tatiany já não queria mais ficar com Adair e estava com a passagem de ônibus marcada para retornar a Goiânia no dia de hoje (terça dia 18/1) com intuito de voltar para casa da mãe. Aliás, foi lá em Goiânia, que Áurea conheceu Adair durante o natal e decidiu morar com ele e vieram para a cidade de Aragarças onde mora o pai dela. E foi ele quem a encontrou já morta na noite de ontem no bairro Base Velha, todavia o crime foi de manhã.  
 
Durante coletiva sobre a prisão do criminoso, o delegado Fábio Marques confirmou que objeto utilizado no crime, foi um canivete, que foi apreendido juntamente com Adair quando ele descia na rodoviária da cidade de Colinas, no Tocantins. Ele foi surpreendido pela Polícia Militar de Tocantins. “Nós estamos aguardando a conclusão da perícia para ser o número de perfurações no corpo da vítima e sobre a esganadura que ele ainda sofreu no pescoço, o que teria sido preponderante para morte dela”, frisou.
 
Fábio agradeceu a parceria entre as polícias. Ele frisou que houve um compartilhamento de informações envolvendo as Polícias Militar e Civil de Aragarças com o serviço de Inteligência da PM de Barra do Garças; da Inteligência da PM de Goiânia e também a Inteligência da PM de Tocantins na cidade de Colinas onde foi efetuada a prisão do criminoso.
 
“Foi um crime bárbaro que chocou a nossa região e necessitava de uma resposta rápida dentro do prazo do flagrante. Como Adair estava em fuga, ele foi preso em flagrante”, ressaltou o delegado. A motivação do crime talvez tenha sido ciúmes porque a vítima teria trocado mensagens com ex-companheiro.
 
O tenente Cabaleiros, da PM de Barra do Garças, participou da coletiva onde destacou a parceria entre as forças de segurança e que quando aconteceu um crime brutal como este todos devem se unir para combater o mal.
 
O major Giovanni destacou mais uma vez a contribuição de todas as forças de segurança e lamentou a morte de Áurea. “Infelizmente a vítima se envolveu com homem que saiu da cadeia, que já matou outra pessoa e acabou pagando um preço caro por isso, com a própria vida. Espero que essa história sirva de alerta para outras mulheres tomarem cuidado com quem se relacionam e colocam dentro de dentro casa”, frisou.

Morta pelo namorado

Na cidade de Doverlândia, um crime parecido, onde uma mulher de 41 anos foi assassinada por um namorado. Luzia Pereira Mateus, de 41 anos, foi asfixiada no banheiro e o corpo foi encontrado pela filha. O suspeito do crime seria Daniel que está foragido. Um dia antes, Luzia foi estuprada e agredida pelo namorado. E estava indo par a delegacia para representar contra Daniel e quando retornou em casa para pegar os documentos foi surpreendida por ele.

 

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real  CLIQUE AQUI
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90