18/01/2022 às 09h26min - Atualizada em 18/01/2022 às 09h26min

Homem que matou companheira com 10 facadas em Aragarças pode ter fugido para Goiânia; vítima estava grávida

Áurea veio de Goiânia onde conheceu Adair para morar em Aragarças onde reside o pai dela. Ele já tinha matado outra pessoa e esteve preso em Goiânia

Araguaia Notícia
Um crime cruel e perverso que chocou a cidade de Aragarças-GO, na divisa com Mato Grosso. Adair da Silva Souza matou com aproximadamente dez facadas a companheira Aurea Tatiany de Jesus Marques, de 22 anos. O crime aconteceu provavelmente na manhã de segunda-feira (17/1) no setor Base Velha, mas foi descoberto pelo pai da vítima já à noite quando entrou na casa da filha.
 
Segundo informações, Adair matou a esposa cedo, fechou a casa e quando estava saindo pediu carona para um vizinho de carro que passava em frente a residência. Na sequência, Adair desceu num supermercado perto da Praça do Peixe e supostamente pegou um mototáxi até a rodoviária de Barra do Garças onde embarcou num ônibus para Goiânia.
 
A Polícia Militar e a Polícia Civil de Aragarças estão empenhadas para prender esse criminoso e já avisaram a polícia tanto de Goiânia como também de Canarana onde Adair tem familiares ou até mesmo Tocantins, pois é natural de Araguatins.
 
A polícia tem informações que Adair é perigosíssimo e já matou outra pessoa a facadas no passado e puxou cadeia em Goiânia onde conheceu Áurea. A vítima morava com a mãe em Goiânia. Após se conhecerem em dezembro do ano passado, decidiram se mudar para Aragarças onde mora o pai de Áurea. E o que torna essa história mais triste ainda, a vítima tem 3 filhos e estaria grávida de dois ou três meses.

Pedimos a comunidade se tiver alguma informação sobre o paradeiro de Adair que entre em contato com a Polícia Militar pelo 190 ou a Polícia Civil de sua cidade no sentido de ajudar na prisão deste criminoso. Foram dois feminicídios no mesmo dia na região do Oeste Goiano.



Morta pelo namorado

Na cidade de Doverlândia, um crime parecido, onde uma mulher de 41 anos foi assassinada por um namorado. Luzia Pereira Mateus, de 41 anos, foi asfixiada no banheiro e o corpo foi encontrado pela filha. O suspeito do crime seria Daniel que está foragido. Um dia antes, Luzia foi estuprada e agredida pelo namorado. E estava indo par a delegacia para representar contra Daniel e quando retornou em casa para pegar os documentos foi surpreendida por ele.

CLIQUE AQUI  e entre no grupo de whatsApp do ARAGUAIA NOTÍCIA e receba informações em tempo real

CLIQUE AQUI e entre no grupo do telegram do ARAGUAIA NOTÍCIA e receba informações em tempo real

 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.6%
5.5%
17.7%
75.2%