12/01/2022 às 21h12min - Atualizada em 12/01/2022 às 21h12min

Discussão nas redes sociais entre vereador de Aragarças e morador gera repercussão em grupos da cidade

Fato aconteceu no último dia 10/01, em um grupo de vendas da região

Matheus Lôbo / Araguaia Notícia
Araguaia Notícia
Imagem: reprodução
Uma discussão nas redes sociais entre o vereador de Aragarças, Dr. Rone (Republicanos), e o morador da cidade, Guilherme Bispo, tem causado repercussão em grupos da região. Isso porque, em uma das falas, o vereador supostamente teria dito para o morador, que é cadeirante, que seria mais atuante no legislativo durante o ano de 2022 e que não gostaria de vê-lo por lá.

O embate, segundo Guilherme, começou após uma enquete em um grupo de vendas no Facebook, onde o vereador perguntou para a população Aragarcense sobre a avaliação dos políticos locais. Para Guilherme, que é formado em Marketing, a pesquisa deveria seguir critérios mais sérios e não deveria ser feita pelo facebook, rede social que está sujeita a criação de fakes e robôs para alterar resultados de votações. Ele acredita que o vereador não gostou de ser questionado, começando assim a discussão, que culminou na frase do vereador.

Veja o trecho:


Procurado, o vereador Rone se defendeu, alegando que há um processo de desconstrução de sua imagem enquanto político. Ele ainda disse que ao dizer que não queria ver Guilherme por lá, estava se referindo a prefeitura, onde ele supostamente teria um emprego. Segundo o vereador, Guilherme recebe o Benefício por Prestação Continuada, o BPC, que é um direito que abrange idosos acima de 65 anos e pessoas com deficiência, e portanto, não poderia exercer atividades com vínculo empregatício.

Questionado, Guilherme, que também é estudante de Direito, alegou ser estagiário na prefeitura, o que não caracteriza vínculo empregatício, e que portanto, está dentro da lei.

Abaixo você encontra outros trechos da discussão.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.4%
5.2%
18.2%
75.2%