Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90
Araguaia Notícia  Publicidade 728x90
07/01/2022 às 14h00min - Atualizada em 07/01/2022 às 14h00min

Homem que matou a ex a facadas aguardou polícia deitado em rede: "esperando o dia clarear para me entregar"

Olhar Direto
ARAGUAIA NOTÍCIA
O homem de 23 anos responsável matar a ex-namorada, Liliane Barbosa da Silva. 27 anos, no início da madrugada do dia 5 de janeiro, em Colíder (630 km de Cuiabá), esperou a polícia deitado em uma rede e, quando foi encontrado, disse que estava esperando o dia clarear para se entregar.O autor do homicídio não aceitava o fim do relacionamento e insistia em retomar o namoro com a vítima.

A Polícia Civil apurou que no final da noite do dia 4 de janeiro, por volta das 23h30, o ex-namorado de Liliane pulou o muro da residência onde ela morava com um casal de filhos, arrombou a porta da casa e mandou a vítima ficar em silêncio. Ela chegou a pedir que ele não fizesse nada à filha pequena. Ele então atacou a vítima com golpes de faca e depois fugiu do local. O filho dela, de sete anos, saiu gritando por ajuda. 

O criminoso  foi preso em flagrante pela equipe da Delegacia de Colíder, horas após cometer o homicídio. Ele chegou ensanguentado à casa do pai e disse que havia 'acabado com a vida de Liliane'.

Diante disso, os pais dele acionaram a polícia e logo em seguida, os investigadores o localizaram no pasto, aos fundos de uma propriedade rural, deitado em uma rede. Quando foi abordado, ele disse que estava esperando o dia clarear para se entregar. 

Ao ser preso, ele tentou resistir ao ser levado à viatura. Em interrogatório na Delegacia de Colíder, permaneceu em silêncio. 

Material coletado pela equipe de investigação durante a apuração indica o cenário de violência doméstica e alguns fatos ocorridos antes do crime, demonstrando que o autor do homicídio não aceitava o fim do relacionamento e insistia em retomar o namoro com Liliane. A vítima, inclusive, já havia manifestado a vontade de se mudar da cidade diante dos fatos ocorridos anteriormente. 

Em setembro do ano passado, ele foi preso em flagrante após invadir a casa de Liliane e foi indiciado em inquérito instaurado na Delegacia de Colíder pelos crimes de perseguição, violação de domicílio, lesão corporal e ameaça, todos no âmbito da violência doméstica. No dia 20 de zembro passado, foi novamente preso após descumprimento da medida protetiva concedida pela Justiça à vítima.

O delegado Antenor Junior Pimentel representou à Justiça pela conversão do  flagrante em prisão preventiva.

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real  CLIQUE AQUI
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90