Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90
Araguaia Notícia  Publicidade 728x90
04/01/2022 às 06h37min - Atualizada em 04/01/2022 às 06h37min

Jovem é preso suspeito de matar pit bull no meio da rua a marteladas

Crime aconteceu após cachorro do jovem, sem raça definida, ser atacado pelo animal. Delegado contou que suspeito apartou briga, mas continuou com as agressões mesmo após pit bull não demonstrar mais agressividade

Guilherme Rodrigues / G1 GO 
ARAGUAIA NOTÍCIA 


Um jovem de 23 anos foi preso suspeito de matar uma pit bull a marteladas em uma rua de Anápolis, a 55 km de Goiânia. De acordo com o delegado Luiz Cruz, o crime aconteceu após o cachorro do jovem, sem raça definida, ser atado pela cadela.

Como o nome do suspeito não foi divulgado, o g1 não conseguiu localizar a defesa dele para que se posicionasse até a última atualização desta reportagem.

O caso aconteceu no final da manhã de domingo (2). O delegado informou que a pit bull atacou o animal do jovem e que ele e a dona do cão conseguiram apartar a briga. No entanto, mesmo após isso, o jovem seguiu agredido a pit bull com marteladas.

“Mesmo após ele [jovem] ter conseguido apartar a briga, quando a pit bull já não demonstrava mais agressividade, ele continuou com as agressões”, disse o delegado.

O delegado contou ainda que teve acesso a imagens de câmeras de segurança que mostram que o suspeito, mesmo após conseguir apartar a briga, vai atrás da pit bull e a atinge mais três vezes com o martelo, até deixá-la sem movimentos.

“A imagem mostra quando a cachorra saiu do local da briga, mas ele foi atrás, acertou o martelo na cabeça dela, o animal saiu, ele foi atrás novamente e deu outro golpe na cabeça, quando a pit bull caiu na esquina. Após isso, ele a acertou mais uma vez”, contou o delegado.

O investigador disse ainda que, após isso, a dona da pit bull a buscou no colo, pois a cadela não conseguia andar mais. O animal morreu logo em seguida na casa da dona. Já o cachorro do jovem, teve apenas ferimentos, segundo o delegado.

“É importante ressaltar que não autuei o jovem no contexto da separação da briga, pois ele não tinha opção. A pit bull estava agressiva. Inclusive, a dona também tentou apartar a confusão com um pedaço de pau. Ele foi autuado pelo que fez após a briga, quando a pit bull já não estava mais agressiva”, explicou o delegado.

O jovem foi autuado pelo crime me maus-tratos – por ferir animal doméstico. Ele foi levado para o presídio de Anápolis, onde seguia detido até a tarde desta segunda-feira (3).

CLIQUE AQUI  e entre no grupo de whatsApp do ARAGUAIA NOTÍCIA e receba informações em tempo real

CLIQUE AQUI e entre no grupo do telegram do ARAGUAIA NOTÍCIA e receba informações em tempo real

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real  CLIQUE AQUI
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90