Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90
Araguaia Notícia  Publicidade 728x90
14/12/2021 às 15h32min - Atualizada em 14/12/2021 às 15h32min

Intervalo para aplicação da dose de reforço é reduzido para 4 meses em todo o estado de Mato Grosso

Anteriormente o prazo era de 5 meses após a aplicação da segunda dose

Ana Lazarini e Fernanda Nazário | SES - MT
SES MT
Foto: Cristine Rochol
A Comissão Intergestores Bipartite de Mato Grosso (CIB-MT) decidiu pela antecipação do prazo de aplicação da dose de reforço contra a Covid-19. O reforço passará a ser aplicado após quatro meses da conclusão do esquema vacinal. A medida contempla todos os públicos já imunizados contra o coronavírus.

Caberá agora às prefeituras decidir a dinâmica da aplicação da terceira dose. No entanto, já há a previsão de que o intervalo seja reduzido já nos próximos dias em Barra do Garças.

“Essa é uma medida importante para alcançarmos de forma mais rápida uma cobertura satisfatória da dose de reforço. A decisão já está valendo em Mato Grosso e as Prefeituras devem atualizar a dinâmica de aplicação do reforço”, ponderou o secretário de Estado de Saúde e presidente da CIB, Gilberto Figueiredo.

A decisão de antecipar a aplicação da dose de reforço – de cinco para quatro meses – se deve ao risco de circulação de novas variantes e à baixa procura da população pela segunda dose e dose de reforço com o prazo que estava vigente.

Para o secretário adjunto de Vigilância em Saúde da SES, Juliano Melo, a antecipação da dose de reforço melhora a proteção da população para o risco de reinfecção e a infecção por novas variantes. “Essa medida contribuirá para a diminuição da circulação do vírus na população e ajudará a conter a pandemia no estado”, explica o gestor.

O presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Mato Grosso (Cosems-MT), Marco Noberto Felipe, acredita que essa mudança é de suma importância para o Estado considerando a nova variante ômicron. 

“Está claro que a vacina tem ajudado muito na questão do controle da pandemia no país e tomamos essa decisão de forma unânime. Agora iremos realizar uma força tarefa de chamamento da população que se enquadra nesse prazo de quatro meses para se imunizar”, concluiu.

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI)
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90