26/11/2021 às 09h23min - Atualizada em 26/11/2021 às 09h23min

Dois PMs são afastados e investigados por assassinato de ex-presidiário VEJA VÍDEO

Yuri Ramires / Gazeta Digital via ARAGUAIA NOTÍCIA 

Dois policiais militares são investigados na Operação Acessum, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), deflagrada durante a semana para apurar o assassinato do ex-presidiário Jarlei Cândido da Silva, em junho de 2020, no bairro São Gonçalo, em Cuiabá. Câmeras de segurança flagraram o momento em que motoqueiros matam o homem na rua.

De acordo com as informações divulgadas pela assessoria da Polícia Civil, os militares são lotados no setor de inteligência de um dos batalhões de Cuiabá. Consta que eles acessaram, de forma ininterrupta, o sistema de monitoramento da tornozeleira eletrônica da vítima.

Consta ainda na apuração da DHPP que um dos militares ainda se encontrava nas proximidades da região onde o crime ocorreu. O acesso ao sistema de monitoramento foi finalizado minutos após a vítima ser morta.

Com base nas investigações, a equipe da DHPP pediu à Justiça que fossem expedidas medidas cautelares contra os investigados, sendo atendidas ordens de exclusão dos acessos aos sistemas de inteligência do Estado.

Além disso, eles foram afastados de suas funções por 90 dias, não podendo frequentar qualquer unidade da área da Segurança Pública. Os dois passam a usar tornozeleira.

CLIQUE AQUI; Participe do grupo de WHATSAPP do ARAGUAIA NOTÍCIA e receba informações em tempo real

CLIQUE AQUI: Participe do grupo do TELEGRAM do ARAGUAIA NOTÍCIA e receba informações em tempo real

Assassinato

Jarley Gustavo Candido da Silva, 25 anos, foi morto a tiros na esquina de uma rua do bairro Cohab São Gonçalo, em Cuiabá, no dia 25 de junho. Câmeras de segurança flagraram o momento em que ele estava sendo perseguido por dois homens em uma moto. Ele foi morto com ao menos 5 tiros, espalhados pelo corpo, inclusive na cabeça.   

De acordo com as informações, Polícia Militar do 9º Batalhão foi informada do homicídio por volta das 16h30, quando populares encontraram o corpo da vítima caído na esquina da rua 08. Jarley estava caído ao lado de uma motocicleta preta com marcas de ao menos 5 tiros entre o corpo e a cabeça.  

Câmera gravou morte

Imagens do circuito interno de uma casa próxima do local do fato mostram o momento em que a vítima vira a esquina, em uma moto. Ele é seguido por dois homens que também ocupavam uma motocicleta.  

Ele é atingido por um disparo e acaba caindo. Em seguida, os atiradores param, o garupa desce da moto e chega mais perto de Jarley, disparando mais tiros. Por fim, os motoqueiros fogem por rumo ignorado. Polícia vai usar as imagens para identificar os atiradores.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.3%
5.4%
17.9%
75.4%