24/11/2021 às 06h58min - Atualizada em 24/11/2021 às 06h58min

Jovem acusado de atropelar e matar manobrista vai a júri popular

À época, o réu também atingiu um policial, que ficou ferido. Juliano Santos será julgado por homicídio qualificado e homicídio tentado.

Araguaia Notícia
Por G1 MT via ARAGUAIA NOTÍCIA 

O jovem Juliano da Costa Marques Santos, acusado de atropelar e matar um manobrista na frente de uma casa noturna em Cuiabá, em 2017, vai a júri popular. A decisão mantida nessa segunda-feira (22) é da 12ª Vara Criminal da capital, no entanto, a data ainda não foi marcada.

O réu poderá aguardar o julgamento em liberdade. De acordo com a decisão, Juliano será julgado por homicídio qualificado e homicídio tentado.

Em agosto de 2017, ele atropelou e matou o manobrista José Antônio da Silva Alves dos Santos, de 23 anos. Um policial que estava no local também foi atingido e teve ferimentos. Ao fazer o teste do bafômetro, à época, o acusado apresentou 0,71 ml de álcool a cada litro de sangue.

O atropelamento

Conforme consta no processo do Ministério Público, Juliano teve um desentendimento com o polical na boate, e depois disso, saiu com o carro em alta velocidade.

Pelas informações obtidas pela polícia, o manobrista tinha acabado de entregar um carro ao policial que saía da boate. Juliano tentou atropelar o cliente e atingiu o manobrista.

José estava de pé ao lado da porta do motorista quando foi atingido pelo veículo dirigido por Juliano. O manobrista morreu antes de ser socorrido. Após atropelar a vítima, Juliano fugiu em alta velocidade e não prestou socorro.

Policiais conseguiram prender o motorista logo depois, na região do Bairro Parque Cuiabá.
Notícias Relacionadas »
Comentários »